O Nacional campeão da Copa São Paulo de Juniores de 1988

Estes eram os atletas que a Placar, na edição de 29 de janeiro de 1988, falava para ficar de olho

A tradicional Copa São Paulo de Juniores já teve vários campeões em todas as suas edições realizadas até aqui, desde grandes times até alguns pequenos, que surpreendem e levam o caneco. Os dois tradicionais 'pequenos' da capital paulista, Juventus e Nacional, já tiveram a primazia de ganhar o torneio e vamos falar aqui do último título do segundo time, em 1988.

O time da Barra Funda, já havia conquistado a Copa São Paulo em 1972 e entrava naquele torneio de 1988 com um time que todo mundo falava que poderia dar bons frutos ao clube da empresa ferroviária. Nomes como Mil, Zé Índio e Marco Aurélio já eram comentados pelos gramados da competição.

O Nacional iniciou a campanha da Copa São Paulo de 1988 no Grupo F. E aqui vai um adendo: a competição voltava a ser realizada depois de um ano de hiato. No ano anterior, Jânio Quadros havia assumido a prefeitura um pouco antes e os novos membros da Secretaria de Esportes não conseguiram organizar o torneio a tempo. Este foi um dos motivos de a Federação Paulista ter 'tomado' o comando da competição.

Jogando em São Paulo, o Nacional já mostrou a que veio e venceu o Flamengo na estreia, pelo placar de 3 a 1. Depois, vitórias contra o Indiano, por 3 a 2, e São Bento de Sorocaba, 2 a 0, fizeram com que o time da Barra Funda passasse para a fase seguinte em primeiro lugar da chave.

Goleiro Marcelo faz defesa na final (foto: Gazeta Press)

Na etapa seguinte, o Nacional teria pela frente o Bahia e o Novorizontino. No primeiro jogo, contra o time nordestino, um empate em 0 a 0. Porém, como Bahia e Novorizontino haviam empatado em 1 a 1, uma vitória simples do Naça colocaria o time na semifinal. E foi isto que aconteceu: 1 a 0 no time do interior e mais uma passagem de fase.

Nas semifinais, nenhum dos grandes clubes: além do Nacional, Matsubara, Joinville e o América de São José do Rio Preto ainda estavam na corrida pelo título. O Naça encarou o Matsubara em jogo complicado, que terminou com o placar em branco. Nas penalidades, todos os jogadores do time da Barra Funda acertaram suas cobranças e Ratinho, da equipe paranaense, perdeu. Assim, o Nacional estava na final.

Na decisão, o Naça iria encarar o América de São José do Rio Preto, no Estádio da Universidade de São Paulo, que atualmente encontra-se abandonado (e que serviria muito para o futebol paulista caso estivesse em condições de uso), no dia 25 de janeiro daquele ano.

Pois o Nacional impôs um ritmo forte logo no início da partida e Mil abriu o marcador aos 6 minutos. Marco Aurélio, aos 18', ampliou para o Naça, que não estava contente com o placar e fez 3 a 0 aos 28', novamente com Mil. E o escore não foi mais movimentado até o final da partida, com o título ficando com o Nacional.

Logo após a conquista, começou as apostas de quem vingaria na carreira. Muitos apontavam que Mil seria um grande jogador, pois tinha conquistado o prêmio de melhor atuação na competição. Porém, ele não vingou na carreira e o mais conhecido acabou sendo Zé Índio, que tirou o 'Zé' do nome e teve uma carreira consistente na lateral direita de Santos FC, Palmeiras e Flamengo, e Simão, que passou por grandes clubes brasileiros.

Lance de ataque do Nacional (foto: Gazeta Press)

Ficha Técnica

NACIONAL 3 X 0 AMÉRICA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

Data: 25 de janeiro de 1988
Local: Estádio da Universidade de São Paulo
Árbitro: Joaquim C. Caetano

Gols
Nacional: Mil, aos 6' e aos 28', e Marco Aurélio, aos 18' do primeiro tempo.

Nacional: Marcelo; Índio, Valdo, Vicente e Pedrinho; Simão, Mil e Cocada; Cuca (Daniel), Marco Aurélio e Hamilton (Monteiro) - Técnico: Vinícios Cecconi.

América: Marcelo; Xande, Claudinho, Manoel Fernando e Júlio Cesar; Abel, Valdeir (Negão) e Marcio Florêncio; Maurício (Baroni), Maurinho e Joãozinho - Técnico: Benedito Ambrósio.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores, trazendo novidades e curiosidades do Futebol. Fale conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Total de Visualizações