sábado, 10 de dezembro de 2016

Uma Ranchariense iluminada nas finais da Taça Paulista

Festa dos jogadores, comissão técnica e torcida da Ranchariense

Imagine a cena: seu time do coração está perdendo de 1 a 0 uma decisão. Nos momentos finais consegue fazer o gol de empate e ainda conquista o título nas penalidades. É muito bom, certo? O que pensar então quando isto acontece duas vezes no mesmo dia com um único clube?

Pois esta história é verídica e ocorreu com a Ranchariense nas finais dos torneios Sub-18 e Professional, contra Head Soccer e Raça, respectivamente, da Taça Paulista, competição organizada pela Liga de Futebol Paulista, presidida pela advogada Gislaine Nunes. Os dois jogos foram realizados no Estádio Sócrates Stamato, o Stamatão, em Bebedouro, neste sábado.

A primeira partida foi pela decisão do torneio Sub-18. O Head Soccer saiu na frente, mas a Ranchariense buscou o empate fazendo o gol nos momentos finais da partida. Nos pênaltis, a equipe de Rancharia foi mais feliz e conquistou a taça José Antônio Alves, o Batata, ex-presidente do Real Sociedade, de Poloni, uma das primeiras agremiações a se filiaram à liga. Ele faleceu em um acidente automobilístico em fevereiro.

Atletas do Sub-18 da Ranchariense comemoram a conquista

Após a premiação do Sub-18, as equipes profissionais de Ranchariense e Raça entraram no gramado do Stamatão para decidirem o título da categoria principal da Taça Paulista. E quem estava presente ou quem acompanhou a transmissão ao vivo da partida pela internet pode ver um jogo bem movimentado.

O Raça começou dominando as ações, principalmente através das jogadas do meia Páffaro, o camisa 10 do time de Hortolândia. A equipe laranja até teve oportunidades para abrir o marcador. Já a Ranchariense só melhorou a partir dos 25 minutos, equilibrando a partida. Apesar da grande movimentação, o primeiro tempo terminou com o placar em branco.

A segunda etapa iniciou com o Raça em cima da Ranchariense. Nos primeiros minutos, Páffaro perdeu uma grande chance. Porém, o time de Hortolândia abriu o marcador aos 18 minutos. Páffaro, novamente, iniciou bela jogada e rolou para a área, Gabriel fez o corta luz e John, sozinho, só teve o trabalho de empurrar a bola para as redes, sem chances para o goleiro Yan: 1 a 0 Raça.

Raça saiu na frente com John

Para piorar a situação da Ranchariense, o meia Zaca foi expulso aos 27 minutos, fazendo falta no campo de ataque. O Raça se aproveitou de ter um jogador a mais e foi para cima, tentando marcar o segundo gol, que asseguraria o título, mas esbarrou no excesso de preciosismo dos seus homens de frente.

Aos 44 minutos, em um lance raro de ataque da Ranchariense, houve uma falta na intermediária e início de contusão. A arbitragem expulsou Cido, do time de azul, e Ramos, da equipe laranja. Na cobrança de falta, a bola foi alçada na área e Lincoln deu um leve toque de cabeça, desviando a 'pelota' do goleiro Giovane, balançado as redes: 1 a 1 no placar do Stamatão.

Após o gol, começou uma outra confusão e o árbitro encerrou a partida. Com o placar igual, a decisão do título ficou para a cobrança de pênaltis. Logo no primeiro tiro, João, do Raça, mandou a bola para fora. Depois, as cobranças foram certeiras até Diego, da Ranchariense, mandou a bola nas mãos do goleiro Giovane: 2 a 2 nas penalidades.

Diego cobrou a penalidade que deu o título à Ranchariense

Mas a Ranchariense estava iluminada. John mandou a sua cobrança por cima da trave e Lincoln colocou o time de azul em vantagem novamente. Páffaro, o melhor jogador da partida, fez o dele, mas Lucas também converteu, completando a festa da Ranchariense em Bebedouro, que conquistou a taça José Antônio Alves, o Batata, também no profissional!

Fotos: reprodução Liga TV
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Total de visualizações