quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Estrela Vermelha campeão da Copa Intercontinental de 1991

Uma equipe que ficou para sempre na memória do fã de futebol

Um dos melhores esquadrões de todos os tempos do futebol mundial e que abrilhantou os gramados da Europa no início dos anos 90, mas que teve um fim melancólico. Estamos falando do Crvena Zvezda, ou simplesmente Estrela Vermelha, da Iugoslávia, campeão da Copa dos Campeões da Europa e do Intercontinental, popularmente conhecido como Mundial de Clubes, no ano de 1991.

Base da Seleção Iugoslava que jogou a Copa de 1990, o Estrela Vermelha já era conhecido em todo o Velho Continente como o time que jogava mais bonito, sendo chamados até de "os brasileiros da Europa". O time que contava com nomes como Savicevic, Pancev, Prosinecki e Mihajlovic foi eliminando, no torneio europeu, Grasshopper, da Suíça, o escocês Rangers, o Dynamo Dresden, da Alemanha Oriental, e o Bayern de Munique na semifinal.

Na decisão, o time iugoslavo teve pela frente o grande time do Olympique de Marseille, do centroavante Papin. Depois de um 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação, os jogadores do Estrela Vermelha foram mais certeiros nas penalidades e a equipe conquistou o inédito título.

Colo Colo foi dominado pelos iugoslavos

Como campeão europeu, o Estrela Vermelha, mesmo perdendo alguns jogadores campeões europeus e o técnico Petrovic, por causa da guerra civil que aflorava na Iugoslávia, foi para a Copa Intercontinental e no dia 8 de dezembro de 1991 encarou o chileno Colo Colo, que também havia conquistado a Copa Libertadores pela primeira e até hoje única vez, vencendo o Olimpia do Paraguai, e tinha um velho conhecido: o técnico Mirko Jozić, campeão mundial Sub-20 em 1987 pela Iugoslávia, com vários jogadores do Estrela Vermelha. Foi, realmente, um encontro inusitado no Estádio Nacional de Tóquio.

Mas logo quando a bola começou a rolar, deu para perceber quem iria dar as cartas naquela partida. O Estrela Vermelha botou 'a redonda' na grama e simplesmente dominou a partida, mesmo com Savicevic sendo expulso ainda na etapa inicial. Logo aos 19 minutos, Jugovic abriu o marcador para a equipe do técnico Vladica Popovic. O Colo Colo ficou sem reação e os iugoslavos não ampliaram o marcador por muito pouco, mas o primeiro tempo terminou 1 a 0 para o Estrela Vermelha.

Na etapa final, os europeus continuaram dominando, com seu jogo de belos passes. Até que 13 minutos, Jugovic, novamente, marcou o segundo gol. Com os chilenos vencidos, ficou até mais tranquilo para o Estrela Vermelha, que chegou ao terceiro tento aos 28, com Pancev, dando números finais à partida.


Melhores momentos da partida

Porém, o sonho deste grande time acabou meses depois. Com a deflagração de vez da guerra civil iugoslava, que culminou com a divisão do território e cada povo que formava a antiga Iugoslávia declarou independência, os jogadores do Estrela Vermelha foram negociados e nunca mais um time do leste europeu venceu a Copa dos Campeões (atual Champions) e chegou ao Mundial de Clubes.

Ficha Técnica

ESTRELA VERMELHA 3 X 0 COLO COLO

Data: 8 de dezembro de 1991
Local: Estádio Nacional - Tóquio - Japão
Público: 60 mil espectadores
Árbitro: Kurt Röthlisberger (Suíça)

Cartões Amarelos
Estrela Vermelha: Vasilijevic e Mihajlovic
Colo Colo: Miguel Ramírez

Cartão Vermelho
Estrela Vermelha: Savicevic

Estrela Vermelha: Milojevic; Belodedici, Radinovic, Najdoski e Vasilijevic; Mihajlovic, Stosic, Jugovic e Ratkovic; Savicevic e Pancev - Técnico: Vladica Popović

Colo Colo: Morón; Garrido, Margas, Miguel Ramírez (Rubio) e Salvatierra (Dabrowski); Mendoza, Vilches, Barticciotto e Pizarro; Yánez e Martínez - Técnico: Mirko Jozić
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações