quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

A passagem de Neto pelo Santos FC

Pelo Santos FC, Neto fez apenas 18 jogos, balançando as redes em apenas três oportunidades

Um dos maiores ídolos do Corinthians, onde foi importantíssimo na conquista do Brasileirão de 1990, e Guarani, José Ferreira Neto, ou simplesmente Neto, teve uma passagem apagada pelo Santos FC no segundo semestre de 1994, quando jogou o Campeonato Brasileiro e a Supercopa da Libertadores.

Conhecido pelo seu chute venenoso e temperamento explosivo, Neto, que além do Corinthians, já tinha passado em sua carreira por São Paulo e Palmeiras, não vinha atuando bem desde o Campeonato Paulista de 1993, quando o Timão perdeu o título para o Palmeiras. Com a chegada de Mario Sergio, o meia foi negociado com o Millonarios de Bogotá. Após um semestre na Colômbia, o jogador foi contratado pelo Atlético Mineiro, no time cheio de medalhões, que ficou conhecido como 'Selegalo', mas que não deu certo.

Neto cobrando falta em sua estreia, contra o Remo

Então, precisando de um jogador de peso, já que o Santos não vinha em boa fase, o presidente Miguel Kodja Neto contratou o meia, que estava com 28 anos, para reforçar o então elenco Alvinegro, que era dirigido por Serginho Chulapa. E aqui cabe uma explicação: sob o comando de Pepe, o Santos chegou a ficar na lanterna do Paulistão de 1994 e depois que o ex-centroavante assumiu o time, a equipe teve uma grande arrancada, terminando a competição em quarto lugar.

A torcida olhava com desconfiança, e com razão! Fazia um ano que Neto não fazia boas partidas, vivia com problemas musculares e também em briga com a balança, o que já acontecia desde os tempos de Corinthians. No final das contas, os torcedores tinham razão.

Em sua passagem pelo Peixe, Neto, que estreou pelo Remo, fez apenas 18 jogos, marcando somente três gols. Porém, um deles foi marcante: na derrota para o Corinthians, por 2 a 1, no dia 16 de novembro, o meia fez um belíssimo gol contra o clube onde foi ídolo. Os outros dois tentos foram contra Bahia, de falta, e Vasco da Gama, também no Pacaembu.

Vídeo com cenas da passagem de Neto pelo Santos FC

Aquele segundo semestre de 1994 também não foi muito bom para o Santos. O Peixe até brigou para se classificar para o mata mata do Brasileirão, mas no confuso regulamento da competição, a equipe ficou apenas em nono no geral. Já na Supercopa da Libertadores, o Alvinegro Praiano caiu na primeira fase, para o Independiente da Argentina.

Ao fim do ano, com a mudança de presidente (Miguel Kodja foi destituído do cargo e Samir Abdul Hack assumiu o cargo), a nova diretoria resolveu diminuir a folha salarial do clube e como Neto estava entre os maiores ordenados e também não teve um grande desempenho em campo, foi dispensado. O jogador foi para o Lousano Paulista, de Jundiaí, para disputar a Série A-2 do Paulista de 1995.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações