sábado, 19 de novembro de 2016

O primeiro gol de Pelé

Os dois times perfilados para o Hino Nacional Brasileiro. Pelé em destaque

Pelé é um nome conhecido mundialmente. Suas façanhas dentro das quatro linhas correu o mundo. Porém, tudo teve um começo e o do Rei do Futebol, no profissional, teve início no dia 7 de setembro de 1956, quando ele fez o primeiro jogo com a equipe principal do Santos FC e também marcou o gol número um de sua carreira.

O na época chamado Gasolina já era bem visto por todos dentro do Santos FC desde que Waldemar de Britto o havia trazido de Bauru, onde vivia com a família. O garoto Edison Arantes do Nascimento, mesmo com apenas 15 anos, chamava a atenção de todos que viam as atuações dele pelo time amador do clube. Era questão de tempo de acontecer sua estreia no time principal.

E a chance veio no feriado da Independência do Brasil no ano de 1956. O técnico Lula resolveu testar algumas peças no time que tinha conquistado o título Paulista do ano anterior e estava na briga pelo bicampeonato (o que acabou ocorrendo já em janeiro de 1957. E, com isso, Pelé foi relacionado para o amistoso contra Corinthians, nome de um time que seria uma das principais vítimas do Rei. Só que esse era o de Santo André.

Zaluar, a primeira vítima de Pelé

A partida foi realizada no Estádio Américo Guazelli, na cidade do ABC Paulista. Pelé iniciou o jogo no banco de reservas, mas o Santos, favorito, começou o jogo com tudo. Alfredinho (aos 30'), Del Vecchio (32'), Álvaro (36') e Alfredinho (41') fizeram com que o Alvinegro Praiano fosse para o intervalo vencendo por 4 a 0.

Na segunda etapa, o Santos continuou construindo a goleada e Del Vecchio marcou o quinto aos 16 minutos. Logo em seguida, o atacante do Santos deu lugar ao garoto Gasolina, que logo ficaria famoso como Pelé. Aliás, o jogador de apenas 15 anos não ficou tímido dentro de campo: na primeira chance que teve, aos 36, driblou Schank, tirou a bola do goleiro Zaluar e marcou o sexto do Peixe na partida.

O jogo terminou 7 a 1 para o Santos, sendo que Valmir marcou o único do Corinthians de Santo André e Jair deu números finais à partida. Porém, o jogo ficou marcado pela estreia daquele que se tornaria o maior de todos os tempos: Pelé.

O cartão de visitas de Zaluar

Duas curiosidades: Zaluar, o goleiro do Corinthians de Santo André, fazia questão de se intitular como a 'primeira vítima' de Pelé, fazendo inclusive um cartão de visitas dizendo que era o arqueiro do primeiro gol dele.

A segunda é que no dia seguinte Pelé foi a campo novamente, pela equipe amadora do Santos FC, que enfrentou o Comercial Santista, no campo da Vila Fabril, em Cubatão. O então garoto só não fez chover aquele dia, marcou quatro nos 7 a 1 que o Alvinegro Praiano fez no adversário. Foi o último jogo de Pelé como amador e a história você pode conferir aqui.

Ficha Técnica

CORINTHIANS DE SANTO ANDRÉ 1 X 7 SANTOS FC

Data: 7 de setemebro de 1956
Local: Estádio Américo Guazelli - Santo André-SP
Árbitro: Abílio Ramos

Gols
Corinthians de Santo André: Vilmar, aos 41' do segundo tempo.
Santos FC: Alfredinho, aos 30', Del Vecchio, aos 32', Álvaro, (36') e Alfredinho, aos 41' do primeiro tempo. Del Vecchio, aos 16', Pelé, aos 36', e Jair, aos 44' do segundo tempo.

Corinthians de Santo André: Antoninho (Zaluar); Bugre e Chicão (Talmar); Mendes, Zico e Schank; Vilmar, Cica, Teleco (Baiano), Rubens e Dore - Técnico: Jaú.

Santos FC: Manga; Hélvio e Ivan (Cássio); Ramiro (Fioti), Urubatão e Zito (Feijó); Alfredinho (Dorval), Álvaro (Raimundinho) e Del Vecchio (Pelé); Jair e Tite - Técnico: Lula.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações