quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Rivellino jogando pela Lusa e fazendo gol com a perna direita

Rivellino comemora o gol que fez com a camisa da Lusa contra o Zeljeznicar

Roberto Rivellino, um dos maiores jogadores da história do futebol brasileiro e mundial, ídolo do Corinthians e Fluminense e dono de um dos chutes mais fortes de canhota já jogou pela Lusa. Você sabia? Tudo bem que foi só por um jogo, mas, mesmo assim, ainda deixou uma grande marca: fez um gol de perna direita depois de um lindo elástico.

No início de 1972, a Portuguesa fez uma série de amistosos para inaugurar a sua nova casa, o Estádio Independência (atual Osvaldo Teixeira Duarte), o Canindé. Na primeira partida, em 9 de janeiro, a Lusa perdeu para o Benfica por 3 a 1. Uma semana depois, a equipe Rubro Verde enfrentaria o Zeljeznicar, da antiga Iugoslávia. Para esta partida, o Corinthians cedeu um importante reforço: o meia esquerda Rivellino.

A camisa da Portuguesa caiu bem no craque

A Portuguesa tinha um bom time, mas os adversários que vieram para os amistosos eram fortes. A inciativa de trazer Rivellino partiu do jornalista e torcedor lusitano Orlando Duarte, que era amigo do então presidente do clube, Osvaldo Teixeira Duarte. Eles fizeram contato com o Corinthians, que liberou o atleta. A intenção era também chamar outro jogador tri-campeão do mundo, o lateral Carlos Alberto, que por problemas de agenda, não pôde estar presente.

Pois bem, no dia 16 de janeiro, a Lusa entrou em campo para enfrentar o Zeljeznicar reforçado de Roberto Rivellino. E ele jogou um bolão! Em 40 minutos em campo, fez lances de efeito, passes de rosca (uma de suas características) e um belo gol: deu um lindo elástico no marcador iugoslavo e balançou as redes após finalizar com a perna direita, que ele mesmo dizia que só servia para subir no ônibus, em seu último lance na partida.

A Lusa venceu o Zeljeznicar por 2 a 0, além do gol de Riva, aos 39, Valdomiro tinha aberto o placar sete minutos antes, a torcida comemorou muito a vitória e o fato de que Rivellino havia se juntado a Julinho Botelho, Ivair, Djalma Santos e outros grandes jogadores que vestiram o manto Rubro Verde, mesmo que por apenas um jogo.


Lusa venceu o amistoso por 2 a 0

Ficha Técnica

PORTUGUESA 2 X 0 ZELJZNICAR

Data: 16 de janeiro de 1972
Local: Estádio Independência (atual Osvaldo Teixeira Duarte) - Canindé - São Paulo-SP

Gols: Valdomiro, aos 32', e Rivellino, aos 39' do primeiro tempo.

Portuguesa: Aguillera; Cardoso, Marinho, Calegari e Fogueira; Lorico e Rivelino (Ibanez); Xaxá, Valdomiro, Basílio e Piau (Luizinho).

Zeljeznicar: Janjuz; Narvat, Katalinski, Nadiabdill e Beckzpanic; Bratic e Jankovic; Seluslz, Bukai (Kojovic), Sprecco e Depakovic (Luzic)
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações