domingo, 14 de agosto de 2016

Com apoio da torcida, Brasil despacha Colômbia e está na semi Olímpica

Jogadores comemoram o gol de Luan, o segundo do jogo

Jogando contra a Colômbia e a violência do time cafeeiro, a Seleção Brasileira contou com o apoio de mais de 41 mil torcedores presentes na Arena Corinthians, em São Paulo, na noite de sábado, para garantir sua vaga nas semifinais no Torneio Olímpico de Futebol Masculino, vencendo a partida por 2 a 0. É, apesar do péssimo início de competição, o Brasil deu um passo importante em busca da inédita medalha de ouro.

Como até agora vem acontecendo nos jogos do Futebol Olímpico na Arena Corinthians, O Curioso do Futebol esteve presente e pôde acompanhar um grande jogo. Aliás, foi a primeira partida da Seleção Brasileira aqui no site nestes Jogos Olímpicos e, por isso, não dá para negar que a expectativa era grande, apesar de sempre preferir o futebol alternativo.

Colômbia tenta trocar passes no meio de campo

O Brasil, que começou mal na primeira fase, mas, mesmo assim, terminou em primeiro do Grupo A, estava com diversos problemas para a partida das quartas. Vários jogadores apresentaram problemas físicos desde quarta-feira, inclusive Neymar, que foi para o jogo depois de exames médicos. Já a Colômbia se classificou para o mata-mata em segundo do Grupo B, após vencer a Nigéria por 2 a 0.

O público lotou as arquibancadas e cadeiras da Arena Corinthians. Aliás, como já se sabia que o Brasil poderia jogar neste dia, este era um dos jogos com ingressos concorridos. E a torcida não fez feio: sem aquele canto bobo "com muito orgulho, com muito amor", típico de jogos da Seleção com plateia, os presentes pareciam estar acostumados com futebol, utilizando de gritos de arquibancada e muita pressão para cima dos colombianos, o que ajudou o Brasil a conquistar o resultado.

Brasileiros cercam jogador colombiano

E logo no início do jogo deu para perceber como iriam se portar as duas equipes: o Brasil estudando o adversário e abusando das jogadas pelas laterais, com Neymar, Gabriel Jesus e Gabriel. Já a Colômbia estava apostando nos contra-ataques e cometendo faltas a todo momento, muitas delas violentas, principalmente em cima de Neymar, tentando provocar o camisa 10 e capitão brasileiro.

Mas aos 11 minutos veio o lance que passou a dar o sentido do jogo. Em falta da intermediária, Neymar aproveitou a má formação da barreira feita pelo goleiro Bonilla e fez o suficiente para que o arqueiro não alcançasse a bola e balançou as redes em Itaquera, causando uma explosão de alegria no estádio: Brasil 1 a 0.

Confusão entre as duas equipes

No segundo tempo teve mais futebol. Perdendo a partida, os colombianos resolveram tentar jogar, buscando o empate. Isto deu mais espaço para o Brasil dar seus contra-ataques, sempre levando perigo à defesa do adversário. Porém, como os dois Gabriels não estavam bem, os lances em favor dos canarinhos eram desperdiçados.

Na metade do segundo tempo, o técnico Rogério Micale trocou Gabigol por Thiago Maia. A mudança que parecia ser para trancar o time, acabou dando mais força. Renato Augusto e Neymar ficaram com mais liberdade e o jogo fluiu. Aos 38, o Brasil chegou ao segundo: Neymar rolou para Luan na intermediária. O jogador do Grêmio avançou, observou Bonilla adiantado e com categoria bateu de cobertura, marcando um lindo gol: 2 a 0 no placar e muita festa na Arena Corinthians.

Neymar parte para cima da defesa colombiana

Na semifinal e muito próximo da conquista de uma medalha, o Brasil encara agora Honduras, que eliminou a Coréia do Sul, na quarta-feira, dia 17, às 16 horas, no Maracanã. O outro embate que define o finalista será entre Alemanha e Nigéria, no mesmo dia, às 13 horas, em São Paulo, jogo que será acompanhado por O Curioso do Futebol.

Vídeos da partida

Ficha Técnica

BRASIL 2 x 0 COLÔMBIA 

Data: 13 de agosto de 2016
Local: Arena Corinthians - São Paulo-SP
Público: 41.560 pessoas
Árbitro: Cuneyt Çakir (TUR)
Assistentes: Bahattin Duran e Tarik Ongun (ambos da TUR) 

Cartões amarelos: Neymar (BRA); Palacios, Lerma, Barrios, Preciado, Borja e Teo Gutiérrez (COL) 

Gols: Neymar, 12'/1ºT (1-0); Luan, 37'/2ºT (2-0) 

Brasil: Weverton; Zeca, Rodrigo Caio, Marquinhos e Douglas Santos; Walace e Renato Augusto; Luan, Gabigol (Thiago Maia), Neymar e Gabriel Jesus (Rafinha) - Técnico: Rogério Micale 

Colômbia: Bonilla; Palacios, Tesillo, Balanta e Borja; Lerma, Barrios (Perez) e Roa (Rodriguez) ; Pabón, Teo Gutiérrez e Preciado (Borja) - Técnico: Carlos Alberto Restrepo
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações