sábado, 30 de julho de 2016

Uma festa da Coréia do Sul no Pacaembu com a Suécia como convidada

Por Ricardo Russini Pucci e colaborações de Luiz Gustavo Folego, Mario C. Gonçalves e Bruno Filandra Lopes

Mesmo saindo atrás no marcador, Coréia do Sul venceu a partida por 3 a 2
(foto: Mario C. Gonçalves)

A noite da última sexta-feira no Pacaembu foi de uma grande festa. E festa do oriente! A seleção olímpica da Coréia do Sul fez um amistoso contra a Suécia e venceu por 3 a 2 no mítico estádio paulistano. Entre as 11 mil pessoas presentes no local, sendo mais de 7 mil pagantes, a grande maioria era de coreanos e descendentes, que fizeram um belíssimo espetáculo, dando uma prévia do que como serão os jogos do torneio olímpico de futebol na Arena Corinthians.

O jogo foi organizado pela Federação Sul-Coreana de Futebol, em parceria com o Consulado da Coréia do Sul e o Centro Cultural do país em São Paulo. Por isso, todas as faixas e placas de informações instaladas na entrada do Paulo Machado de Carvalho estavam em coreano, mas o acesso foi tranquilo. Até as informações no sistema de som eram feitas em português e em coreano.

Coreanos comemorando um dos gols
(fotos: Luiz Gustavo Folego)

Mas não só tinham coreanos no estádio. Haviam alguns brasileiros (óbvio) e um grupo de suecos, que torciam para a sua seleção. O quórum de amigos fanáticos por futebol também era grande: Eu (Ricardo Russini Pucci), Fernando Martinez (Jogos Perdidos), Ricardo Espina (Valeu o Ingresso), Mario C. Gonçalves, Luiz Gustavo Folego, Bruno Filandra Lopes, Renato Rocha, Milton Haddad, Cosme Maurício e Genilton Lucas. Além disso, o amigo de Guarulhos Raphael Balco também marcou presença.

Antes de falar do jogo, vamos falar do amigo Bruno Filandra Lopes. A torcida da Coréia do Sul estava fazendo uma festa tão bonita, com seus batuques e coreografias certinhas, que ele resolveu atacar de animador de torcida e comandou os coreanos. O fato chamou a atenção de todos mundo e Lopes foi ovacionado por todos.

Cobrança de falta dos coreanos
(foto: Mario C Gonçalves)

Mas vamos ao jogo. Suécia abriu o placar num rápido contra-ataque, com Ken Sema. Ainda no primeiro tempo, Changjin Moon fez dois gols, um deles em rebote de cobrança de pênalti, e colocou a Coreia do Sul em vantagem, para delírio da grande colônia asiática e de outros tantos apoiadores brasileiros.

Na segunda etapa, a vantagem ficou maior depois de um chute colocado de Seungwoo Ryu. Seis minutos depois, no entanto, a Suécia diminuiu a diferença novamente, com Jacob Une-Larsson, e encorajou seus poucos e tímidos torcedores a levantarem algumas bandeiras azuis e amarelas na arquibancada. A reação dos europeus, no entanto, parou por aí. E o placar final ficou 3 a 2 para a Coréia do Sul.

Torcida da Coréia do Sul fazendo a festa
(Imagens: Bruno Filandra Lopes)

Ao final da partida, a confraternização foi muito legal. Tiramos fotos com muitos coreanos, além uma da galera toda. Mas o que valeu a pena foi sentir o clima de alegria, que deve ser o mesmo que vai dominar a Arena Corinthians a partir da quarta-feira. E lá estaremos!
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações