sábado, 2 de julho de 2016

Com dois de Willian, Briosa bate Bernô e mantém invencibilidade

Willian comemora com os companheiros o segundo gol na partida

Já classificada, a Portuguesa Santista não diminuiu o ritmo no Campeonato Paulista da Segunda Divisão de 2016, a popular Bezinha. Mesmo jogando na casa do adversário, no Baetão, a Briosa venceu o EC São Bernardo por 2 a 1, os dois do artilheiro Willian, em partida realizada na tarde deste sábado, dia 2. A vitória manteve a equipe Rubro Verde na liderança do Grupo 4, agora com 28 pontos, e invicta na competição.

O Bernô foi a campo hoje precisando da vitória. A equipe vem de resultados negativos e mesmo ainda estando na zona de classificação, viu a diferença para o quinto colocado, o Jabaquara, cair para apenas dois pontos na última rodada. Já a Briosa vinha com duas mudanças: o meia Lucas Capão começou a partida no lugar de Fernando, que estava suspenso e o goleiro Cleyton fez sua estreia na competição e entrou no lugar de Rogério, que ficou no banco de reservas.

Apesar de não estar frio em São Bernardo do Campo, a partida começou apática. Como precisava do resultado, aos poucos o Bernô foi saindo para o jogo e fez o primeiro lance de perigo aos 18 minutos. Luiz Gustavo cobrou escanteio pela direita, Marcos Lino subiu mais que a defesa da Briosa e cabeceou. A bola passou perto da trave defendida por Cleyton.

Defesa do Bernô afasta o perigo

O São Bernardo estava gostando do jogo, mas tomou um balde de água fria aos 22 minutos. Depois de bate rebate na área da equipe da casa, o lateral Matheus dominou a bola pela direita, ajeitou e cruzou na cabeça do centroavante Willian, que cabeçou no canto. O goleiro Tiago se esticou todo, mas não conseguiu evitar que a 'pelota' balançasse as redes: 1 a 0 Portuguesa Santista.

Precisando da vitória, mas em desvantagem no marcador, o Bernô se mandou para o ataque, tentando o gol de empate. Aos 26, o lateral Manoel arriscou um cruzamento pela direita que quase enganou o goleiro Cleyton, que espalmou para escanteio. Aos 29, Roberto Baggio fez belo lance pela esquerda, cortou para dentro, passou por Matheus e arriscou de fora da área, mas o arqueiro Rubro Verde defendeu firme.

Aos 31, quase o São Bernardo chegou ao gol em duas oportunidades. Em escanteio pela esquerda, o goleiro Cleyton saiu para afastar o perigo, mas a bola caiu nos pés de Chuck, que encobriu o arqueiro, mas o volante Pedro, em cima da linha, tirou para a linha de fundo. No segundo córner, cobrado por Manoel, a bola passou por todo mundo e Marcos Lino, sozinho na pequena área, perdeu incrível chance de marcar.

Zagueiros do São Bernardo tentam sair com a bola

Antes do fim do primeiro tempo, a equipe da casa chegou ao ataque com perigo em duas oportunidades. Aos 39, com Manoel chutando de fora da área, forçando a Cleyton fazer boa defesa, e aos 44, quando em bola alçada na área, Chuck dominou a bola após falha da defesa da Portuguesa Santista, mas finalizou para fora. Com isso, o jogo foi para o intervalo com o placar de 1 a 0 para a Briosa.

O Bernô voltou forçando ainda mais na segunda etapa, tentando buscar o gol da igualdade. Aos 2 minutos, em cobrança de escanteio pela esquerda, a bola desviou no zagueiro da Portuguesa Lucão, passou pela pequena área, mas ninguém aproveitou. Aos 12, após córner pela direita, Washington subiu mais que a defesa da Rubro Verde, mas cabeceou para fora.

Depois destes lances, a Briosa impôs o seu jogo e dominou a partida. A primeira chegada Rubro Verde foi aos 13, com Carlos Alberto pegando de primeira um chute de fora da área, mas a bola foi para fora. Aos 25, Romário, que entrou no lugar de Lucas Lino, ganhou na corrida de Manoel, invadiu a área, ajeitou, mas na hora de bater foi travado pelo zagueiro Lucas Rocha.

São Bernardo tentando marcar

Aos 30 minutos, a Portuguesa Santista chegou ao segundo gol. Willian roubou a bola do zagueiro Marcos Lino e ao invadir a área foi derrubado. O árbitro Flávio Roberto Mineiro Ribeiro não teve dúvidas: pênalti! O próprio Willian foi para a cobrança e bateu sem chances para o goleiro Tiago: 2 a 0 para a Briosa e décimo gol do centroavante na competição.

Logo em seguida, a Briosa balançou as redes de novo. Willian caiu pela direita e cruzou rasteiro para Romário finalizar. Porém, o lance foi anulado por impedimento, no mínimo, duvidoso. E a Portuguesa assustou de novo aos 41, quando o volante Pedro caiu pela direita e cruzou para Lucão, que deu um leve toque na bola, mas a zaga do Bernô desviou para escanteio.

Na segunda etapa, a Briosa não deixou o Bernô jogar

E quando parecia que o São Bernardo já tinha entregue os pontos, o placar foi alterado aos 43 minutos. Em bola alçada na área, depois de bate rebate, Washington, em posição duvidosa, fez o primeiro da equipe da casa. Porém, não houve tempo para outro lance de perigo e a partida terminou com o placar de 2 a 1 para a Portuguesa Santista.

A vitória mantém a Briosa no primeiro lugar do Grupo 4 da competição, agora com 28 pontos, e ajuda o rival Jabaquara, que pode atingir a zona de classificação neste domingo, caso vença o Mauaense. A Briosa joga na próxima rodada contra o Atlético Mogi, no sábado, dia 9, às 15 horas, no Estádio Nogueirão. Já o EC São Bernardo, que corre o risco de terminar a rodada fora do G4, contra o Mauaense, no Estádio Pedro Benedetti, no mesmo dia e horário do jogo da Briosa.

Entrevistas da partida

Ficha Técnica

EC SÃO BERNARDO 1 X 2 PORTUGUESA SANTISTA

Data: 2 de julho de 2016
Local: Baetão - São Bernardo do Campo-SP
Público: 150 pagantes
Renda: R$ 450,00
Árbitro: Flávio Roberto Mineiro Ribeiro
Assistentes: Eduardo Vequi Marciano e Luis Alexandre Nilsen

Cartões Amarelos
EC São Bernardo: Diego Araújo, Marcos Lino, Luiz Gustavo e Chuck.
Portuguesa Santista: Pedro, Lucas Lino, Dema, Matheus e Tiquinho.

Gols
EC São Bernardo: Washington, aos 43' do segundo tempo.
Portuguesa Santista: Willian, aos 22' do primeiro tempo e aos 31' do segundo tempo (pênalti).

EC São Bernardo: Tiago; Manoel, Lucas Rocha, Marcos Lino e Renato (Ricardo Miranda); Luiz Felipe (Ewerton), Luiz Gustavo, Diego Araújo e Chuck; Washington e Roberto Baggio (Samuel) - Técnico: Ederson Araújo.

Portuguesa Santista: Cleyton; Matheus, Dema, Lucão e Vinícius (Tiquinho); Pedro, Carlos Alberto, Ricardinho e Lucas Capão (Kauê Rivera); Lucas Lino (Romário) e Willian - Técnico: Ricardo Costa.
←  Anterior Proxima  → Inicio

Um comentário:

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações