segunda-feira, 27 de junho de 2016

O título do Chile e o adeus de Messi à Seleção Argentina

Fotos: Conmebol

Chilenos comemoram o título e Messi fica desolado

A decisão da Copa América do Centenário, entre Chile e Argentina, realizada na noite do último domingo, dia 26, deixou duas marcas na história do futebol: o segundo título internacional da Seleção Chilena, conquistando mais uma edição da competição, repetindo o feito do ano passado, e o anúncio da despedida de Messi da Seleção Argentina.

Os pênaltis foram, novamente, o caminho para que a 'La Roja' coroar-se campeã da Copa América Centenário a apenas um ano de ter ganhado sua primeira Copa América. No ano passado, os chilenos também venceram os argentinos nas penalidades, por 4 a 1.

O Chile, ontem, ganhou através dos pênaltis, depois de 120 minutos de bola rolando contra a Argentina sem gols (90 minutos normais e mais 30 de prorrogação), no MetLife Stadium, em Nova Iorque. Na série de pênaltis, os chilenos ganharam por 4 a 2.

Bravo pegou o pênalti batido por Biglia

A série começou a ser batida pelos dois craques das duas equipes. Porém, tanto Vidal (chute defendido por Romero) quanto Messi (bateu para fora) perderam suas cobranças. Depois, Castillo, Aránguiz e Beausejour fizeram para o Chile e Mascherano e Agüero marcaram para a Argentina.

Aí veio a grande decisão. O goleiro chileno, Bravo, defendeu o chute de Lucas Biglia, abrindo caminho para Francisco "El Gato" Silva marcar o pênalti que definiu o título. Festa dos jogadores e torcedores chilenos nos Estados Unidos.

Messi - "Acabou para mim a seleção argentina", disse um desiludido Lionel Messi, depois de perder a final da Copa América Centenário, em uma partida em que falhou em uma das cobranças de pênalti (a primeira da série argentina) e teve uma discreta atuação. Sempre houve uma crítica da imprensa argentina de que ele não joga na seleção o mesmo que no Barcelona.

Messi conseguiu ser parado pela marcação chilena

"São quatro finais que perdi junto à seleção, três seguidas. Na verdade, é uma má notícia, mas esta é a minha decisão", acrescentou a estrela do futebol mundial. Porém, os comentários são de que há mais motivos do que aconteceu dentro de campo.

Messi, nos últimos tempos, assumiu publicamente uma postura de enfrentar a Associación de Fútbol Argentino (AFA), que passa por uma crise de comando há um bom tempo. Há informações que o treinador Tata Martino, por exemplo, não recebe salários há oito meses. E a decisão de Messi pode ser seguida por alguns companheiros, como Mascherano e Higuaín.
←  Anterior Proxima  → Inicio

Um comentário:

  1. leonel messi e o melhor jogador do mundo,,,,,mas não consegue dar titulos a argentina, igual a zico não deu nenhum titulo ao brasil

    ResponderExcluir

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações