quarta-feira, 22 de junho de 2016

30 anos de "La Mano de Dios" e do Gol do Século

O gol da famosa "La Mano de Dios", o primeiro no jogo contra a Inglaterra

A Copa do Mundo de 1986, realizada no México, foi marcada pelas grandes exibições de Diego Armando Maradona. O meia argentino liderou sua seleção no bicampeonato mundial. Além disso, as façanhas do 'El Pibe de Oro' viraram verdadeiras lendas.

Duas destas façanhas aconteceram no dia 22 de junho de 1986, quando a Argentina enfrentou a Inglaterra pelas quartas-de-final do torneio. Aliás, este confronto não era marcado apenas pelo o que acontecia dentro de campo.

Entre 2 de abril e 14 de junho de 1982, Argentina e Inglaterra travaram uma sangrenta batalha pela posse dos arquipélagos austrais das Malvinas, num conflito que ficou mundialmente conhecido como a Guerra das Malvinas. Além disso, a rixa entre ambos também era visível no futebol desde 1966, na Copa do Mundo realizada na terra da Rainha. Naquela partida, além da troca de palavrões de ambas equipes durante o jogo, o jogador argentino Rattín zombou da bandeira inglesa no escanteio e sentou no tapete vermelho exclusivo da Rainha, acirando assim a rivalidade futebolística entre os 2 países.

No Mundial no México, a Argentina passou em primeiro lugar do Grupo A, vencendo Coréia do Sul (3 a 1), empatando com a Itália (1 a 1) e batendo a Bulgária por 2 a 0. Nas oitavas, a Albiceleste passou pelos rivais uruguaios por 1 a 0. Já a Inglaterra foi a segunda colocada do Grupo F, perdendo de Portugal (1 a 0), empatando com o Marrocos (0 a 0) e vencendo a Polônia por 3 a 0. Na segunda fase, o English Team não teve dificuldades para vencer o Paraguai por 3 a 0.

O final do gol do século, o segundo de 'Don Diego'

No dia 22 de junho de 1986, Argentina e Inglaterra entraram no gramado do Estádio Azteca, na capital mexicana, em busca de uma vaga nas semifinais. Embora o clima fosse de tensão e também de beleza pelo público contagiante no ensolarado Azteca, os jogadores começaram a partida sem faltas ríspidas ou provocações, com a Argentina mantendo a posse de bola e dominando as ações iniciais. Apesar do bom futebol de ambas equipes, o primeiro tempo terminou mesmo 0 a 0.

Na segunda etapa, a Argentina continuou com o domínio. Aos 6 minutos, o zagueiro inglês Steve Hodge espanou a bola para o alto. Maradona correu na direção do goleiro Peter Shilton e, com o punho cerrado, pulou e com a mão jogou a bola por cima do adversário, vinte centímetros mais alto. O árbitro tunisiano Ali bin Nasser validou o gol, revoltando os jogadores da Inglaterra.

Quatro minutos depois, outro lance histórico. Maradona recebeu a bola ainda no campo de defesa argentino e, numa arrancada genial, 'El Pibe de Oro' passou por seis jogadores ingleses, inclusive o goleiro Peter Shilton, e finalizando para as redes. O conhecido Gol do Século deixou a Argentina com 2 a 0 no placar.

Melhores momentos da partida

Com 2 a 0 no placar, a Argentina passou a jogar com mais precaução na defesa e a Inglaterra dominou as ações ofensivas. Aos 31´, o técnico Bobby Robson colocou a Inglaterra totalmente no ataque ao trocar Steven pelo jovem e habilidoso Barnes. O ponta rapidamente mostrou a que veio e, aos 36 minutos, fazendo uma boa jogada pela esquerda e cruzou na medida para Lineker diminuir a desvantagem e anotar seu sexto gol na Copa (2 a 1 Argentina, faltando apenas 9 minutos). A Albiceleste ainda mandou uma bola na trave, com Carlos Tapia, antes do fim do jogo.

A Argentina ainda passaria por Bélgica e Alemanha para conquistar a sua segunda Copa do Mundo e Maradona foi considerado pela grande maioria o melhor jogador do torneio. Além disso, o jogo entre argentinos e ingleses acabou entrando para a história
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações