terça-feira, 24 de maio de 2016

Club Athletico Paulistano - O quarto grande da Capital

Por Giovanni F. Romão

O Paulistano dominou o futebol na época do amadorismo

Medir a grandeza de um clube de futebol é complicado, pois envolve diversos fatores, entre eles títulos, campanhas e façanhas memoráveis, torcida, ídolos, entre outros. Se a grandeza é uma incógnita, já não podemos dizer isso sobre a importância histórica. Desde o começo do futebol, tivemos muitos clubes que ajudaram o futebol brasileiro a avançar e contribuir para que o Brasil fosse o principal país do esporte durante muitos anos. Esses clubes passariam a se tornar grandes após várias décadas de existência, mas alguns não suportaram as diversas crises no futebol, foram contra o profissionalismo e acabaram ficando pelo caminho. Porém, fora do futebol há anos, o legado destes times ficou marcado na história. Um grande exemplo disso é o Club Athletico Paulistano, da capital paulista.

Escudo da equipe

Fundado em 1900, o Paulistano foi um dos pioneiros do futebol paulista, participando do primeiro campeonato paulista em 1902, ao lado de Germânia (atual Pinheiros), SC Internacional, Mackenzie e SPAC. No seu começo, o CAP mostrou sua força, porém acabou sendo ofuscado pelo SPAC nos três primeiros campeonatos, sendo tri-vice campeão (o que também originou a primeira rivalidade da história do futebol de São Paulo).

Após a hegemonia do SPAC, em 1905, enfim, o Paulistano se sagrou campeão paulista pela primeira vez, e de forma invicta. Com esse título, foi iniciada a sequência gloriosa do CAP, que resultou em 11 títulos paulista em 24 anos, incluindo o tetra-campeonato paulista nos anos de 1916 a 1919. Até hoje ninguém conseguiu igualar essa sequência de títulos paulista.

Excursão na Europa em 1925

O auge do Paulistano foi em 1925, após iniciativa do presidente Antônio Prado Júnior, em fazer a primeira excursão de um time brasileiro na Europa. E o resultado não poderia ser diferente: de 10 jogos disputados, 9 vitórias do CAP e apenas 1 derrota. Entre os triunfos, destacamos a goleada por 7 a 1 sobre a seleção francesa e 6 a 0 sobre a seleção portuguesa.

A campanha foi tão surpreendente que os jornais europeus se renderam ao Paulistano, passando a chamar o clube de "reis do futebol". No desembarque no Rio de Janeiro, teve uma grande multidão para recepcionar os mais novos "reis do futebol". Essa excursão foi um dos divisores de água do futebol brasileiro na época, porque depois isso, começaram a passar uma outra imagem para o futebol no velho continente.

Festa no retorno dos atletas

Em 1929, o Paulistano conquistou seu último título paulista, com uma goleada por 6 a 1 sobre o Americano. No ano seguinte, o clube negou a profissionalizar (processo que estava em andamento no futebol brasileiro até se confirmar em 1933), se mantendo fiel ao amadorismo. Com isso, desativaram seu futebol até os dias de hoje, e parte de seus dirigentes, junto com o AA das Palmeiras, fundaram o primeiro São Paulo Futebol Clube, em 1930.

No campeonato paulista, o clube disputou 352 jogos, vencendo 231 jogos, empatando 49 e perdendo outros 72, totalizando 957 gols marcados e sofrendo 412 gols. Nos "clássicos", leva vantagem em todos os confrontos:

Paulistano x Corinthians: 7 vitórias | 2 empates | 6 derrotas
Paulistano x Palmeiras: 9 vitórias | 4 empates | 3 derrotas
Paulistano x Portuguesa: 4 vitórias | 0 empates | 0 derrotas
Paulistano x Santos: 11 vitórias | 3 empates | 2 derrotas
Paulistano x SPAC: 11 vitórias | 4 empates | 8 derrotas

Hoje, o Club Athletico Paulistano foi eleito o melhor clube social da cidade de São Paulo, e mantém um time de basquete na NBB, além de estar presente em outras modalidades esportivas. Infelizmente, não pensam em sequer retornar com o futebol profissional, mas mantém sua histórica salva em seu museu, localizado na sua sede social.

Uma das melhores sedes sociais de São Paulo

Claro que os tempos são outros, muitas coisas mudaram, e a Portuguesa acabou herdando o posto de quarto clube grande da capital, mas não seria nenhum erro citar o Paulistano, afinal, quando abandonou o futebol, o clube era disparado o maior da época, com 4 títulos paulista a mais que o Corinthians. Não sabemos o que seria o clube nos dias de hoje se acabasse se profissionalizando. Não temos a certeza que o clube manteria sua hegemonia nos anos seguintes ou se iria sumir com o tempo, mas enquanto esteve no futebol, deixou seu nome registrado nos livros de história.
←  Anterior Proxima  → Inicio

Um comentário:

  1. Pra mim seria o clube mais popular da cidade.pena que não prosseguiu!

    ResponderExcluir

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações