sexta-feira, 13 de maio de 2016

Brasileirão 2016 – 38 capítulos na luta pela taça

Por Lucas Paes


Neste sábado terá inicio a edição de 2016 do Campeonato Brasileiro de Futebol. Com a esperança de que os times façam boas apresentações, a competição segue o formato dos últimos anos, onde 20 clubes se enfrentarão em turno e returno e a equipe com mais pontos será a campeã.

No ano passado, o Corinthians levou o título com uma campanha irretocável, tendo o melhor ataque e a melhor defesa da competição. Por isso, outros clubes se reforçaram desde o início do ano, prometendo boas campanhas, para conseguir a tão sonhada vaga na Copa Libertadores e, quem sabe, a taça!

Neste guia explicaremos um pouco do desempenho do clube no ano, os principais jogadores, o time base, reforços e saídas, além de prever quais as pretensões do time no campeonato.

AMÉRICA MINEIRO

América venceu o Mineiro

Histórico - Quarto colocado no Brasileirão da série B do ano passado, o Coelho volta a jogar a primeira divisão depois de cair logo de cara no em 2011, chega ao campeonato como campeão mineiro e pode surpreender.

Reforços - O time conta com diversos reforços, entre os principais estão Willian Barbio (que chegou a poucos dias), Borges (em março) e Thiago Luis (que já estava no clube desde o começo do ano). Além disso, o América procurou manter a boa parte do elenco da Série B do ano passado.

Time base - João Ricardo; Danilo, Adalberto, Alison e Helder; Leandro Guerreiro, Claudinei, Rafael Bastos e Tony; Victor Rangel e Osman.

Destaques - O lateral Danilo é o principal destaque da equipe, sendo inclusive o jogador decisivo na final do estadual contra o Galo. Além dele, Osman também se destaca por ser um dos artilheiros.

Treinador - Givanildo de Oliveira

Expectativa - Briga contra o descenso, mas pode ficar no meio de tabela.


ATLÉTICO MINEIRO

Pratto vem se destacando no Atlético

Histórico - Vice-campeão Brasileiro em 2015, o Galo ainda está na disputa da Copa Libertadores. Desde 2012, é sempre considerado um dos principais favoritos ao titulo e este ano não é diferente. Se não ganhar a Libertadores, pode ser o principal favorito a conquista do Brasileirão.

Reforços - O Galo tem, atualmente, um dos melhores elencos do futebol brasileiro. O clube conseguiu manter a base do ano passado e trouxe alguns reforços importantes. O principal é Robinho e, além dele, vieram Cazares, Hyuri, Erazo e o treinador Diego Aguirre.

Time base - Victor; Marcos Rocha, Erazo, Leonardo Silva e Douglas Santos; Dátolo, Rafael Carioca e Cazares; Robinho, Hyuri e Lucas Pratto.

Destaques - “São Victor do Horto”, apelido que o goleiro ganhou depois da Libertadores 2013, Rafael Carioca, que tem sido continuamente considerado um dos melhores volantes do país, e Pratto que é o artilheiro do time, são os pilares da equipe mineira.

Treinador - Diego Aguirre

Expectativa - Briga pelo título, mas se ganhar a Libertadores deve apenas “passear” no Brasileirão. 


ATLÉTICO PARANAENSE

Paulo Autuori comanda o Furacão

Histórico - O Furacão ficou no meio de tabela ano passado, demorando para se encontrar depois da demissão de Milton Mendes. Neste ano, o time foi vice campeão da Primeira Liga e ganhou o Campeonato Paranaense, dando show para cima de seu arquirrival Coritiba na final, vencendo os dois jogos e fazendo 5 a 0 no agregado. O clube busca repetir a campanha de 2013, quando ficou em terceiro lugar e surpreendeu o país.

Reforços - Manteve a base do ano passado, porém, perdeu Douglas Coutinho, que era um dos destaques do time. Para reforçar o elenco, foram contratados o zagueiro Paulo André, os laterais Léo e Pará e o atacante André Lima. Todos chegaram no começo de 2016.

Time base - Weverton; Eduardo, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Hernani, Otávio, Ewandro e Vinicius; Nikão e Walter. 

Destaques - Weverton, que poderia receber uma chance na Seleção Brasileira, e Walter, o atacante que, apesar de ter vivido má fase no começo do ano, é o principal jogador do time. 

Treinador - Paulo Autuori

Expectativa - Deve ficar no meio de tabela, mas pode até brigar por G4 dependendo de como o campeonato se desenrolar.


BOTAFOGO

Jefferson é ídolo do Fogão

Histórico – Vice-campeão do último Cariocão, o Botafogo passou pela pior crise de sua história no final de 2014 e se recuperou ganhando a Série B no ano passado. Além disso, fez boa campanha no estadual deste ano e apesar, da derrota na final, mostra sinais de recuperação. Porém, não é um time de encher os olhos.

Reforços - Emerson ex-zagueiro do Avaí, e Luis Ricardo, lateral ex-São Paulo e Portuguesa, são os principais reforços. Ainda devem chegar Geovane Maranhão e Victor Luis. Anderson Aquino também está sendo sondado.

Time base - Jefferson; Luis Ricardo, Carli, Emerson e Diogo Barbosa; Airton, Rodrigo, Gegê e Bruno Silva; Salgueiro e Ribamar.

Destaques - Jefferson é goleiro de seleção e há anos vem sendo o destaque do time. Não será diferente em 2016.

Treinador - Ricardo Gomes

Expectativa - Apesar da boa campanha no estadual, a expectativa do Botafogo deve ser o meio de tabela. Talvez o time possa brigar contra o rebaixamento.


CHAPECOENSE

A Chape comemorou a conquista do estadual

Histórico - No primeiro turno do Campeonato Catarinense deste ano, a Chape fez campanha irretocável. No segundo, tropeçou e na final acabou levando o título vencendo o Joinville. Chega para o Brasileirão com uma sustentação cada vez maior. No ano passado, sequer sofreu riscos de rebaixamento.

Reforços – O clube trouxe Rodrigo Andrade, do Audax, vice-campeão paulista. Outros reforços, como o goleiro Marcelo Boeck e o atacante Lucas Gomes, chegaram no começo do ano. O clube também sonda o zagueiro Demerson, do Paraná Clube.

Time base - Danilo; Gimenez, Neto, Thiego e Dener; Cleber Santana, Gil e Ananias; Lucas Gomes, Maranhão e Bruno Rangel.

Destaques - Danilo vem mostrado firmeza na posição desde o ano passado, o trio de meias é o motor do time, com Ananias se destacando pela velocidade, e Bruno Rangel é o artilheiro e principal jogador da equipe.

Treinador - Guto Ferreira

Expectativa - Não deve sofrer muito este ano. Ficará provavelmente entre o 7º e o 12º.


CORINTHIANS

Tite remontou elenco desfeito no início do ano

Histórico - Campeão brasileiro em 2015, tendo um time que encantou o país com o bom futebol praticado, o Corinthians perdeu a maioria de seus destaques e teve que ser remontado. Na Libertadores, mais uma eliminação traumática em casa, desta vez para o Nacional do Uruguai, e no Paulistão caiu para a sensação Audax. Tite vem fazendo um trabalho de recuperação com o time.

Reforços - Marquinhos Gabriel chegou ainda durante a Libertadores. Giovanni Augusto, André, Willians e diversos outros jogadores chegaram ainda no começo do ano. Camacho e Bruno Paulo, ambos do Audax, podem chegar no clube.

Time base - Cássio; Fagner, Felipe, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique, Elias, Rodriguinho, Giovanni Augusto e Luca; André.

Destaques - Cássio é consolidado como ídolo do time e um dos melhores goleiros do país, Fagner é, talvez, o melhor lateral direito do Brasil e Elias é jogador de seleção Brasileira. Giovanni Augusto também se mostra um bom valor, mas o grande destaque é o treinador Tite.

Treinador - Tite

Expectativa - Pelo elenco ficaria no meio de tabela, mas Tite é o grande diferencial e deve levar o time ao G4, mas é ainda é difícil brigar pelo bicampeonato.


CORITIBA

Ceará é experiente e pode ajudar o Coxa Branca

Histórico - Levou uma sacolada do arquirrival na final do Campeonato Paranaense e na Primeira Liga ficou na fase inicial. Nos últimos anos, sempre briga contra o rebaixamento no Brasileirão. O time tem sido instável e, exceto por alguns jogadores, não tem mostrado bom futebol no ano.

Reforços - O Coxa trouxe um “pacotão” de jogadores palmeirenses. São eles os atacantes Leandro e Vinicius e o meia Amaral. Mas, todos os reforços vieram no começo do ano e nada muito novo apareceu ainda para o Brasileirão.

Time base - Wilson; Ceará, Juninho, Luccas Claro e Carlinhos; Alan Santos, João Paulo, Dudu, Juan e Negueba; Kléber

Destaques - Wilson se mostra um grande goleiro desde que virou titular, quando substituiu Vanderlei. Ceará foi campeão brasileiro com o Cruzeiro e é um bom lateral. Porém, o grande destaque do time é o atacante Kleber Gladiador.

Treinador - Gilson Kleina

Expectativa - Brigará contra o rebaixamento. Talvez consiga ficar no meio de tabela, que é o máximo que o Coxa deve almejar na competição.


CRUZEIRO

Paulo Bento, ex-treinador da Seleção Portuguesa, assume o Cruzeiro

Histórico - O Cruzeiro não começou bem o ano, sendo eliminado na semifinal do Campeonato Mineiro pelo campeão América e na fase de grupos da Primeira Liga. Com isso, o técnico Deivid caiu. Na Copa do Brasil eliminou o jogo de volta contra o Londrina. Depois de um Brasileirão meia boca ano passado, busca voltar a brigar pelo titulo que ganhou em 2014 e 2015.

Reforços - O treinador português Paulo Bento acaba de chegar. Robinho e Lucas vieram em troca com o Palmeiras. Outros reforços, como Frederigo Gino chegaram no começo do ano. Luca Romero também chegou ao time vindo do argentino Velez Sarsfield.

Time base - Fábio; Lucas, Bruno Rodrigo, Manoel e Sanchez Niño; Romero, Henrique, Arrascaeta, Alisson e Cabral; Willian.

Destaques - Fábio sempre se destaca por ser um excelente goleiro, Arrascaeta é o destaque habilidoso do time sendo um grande meia, Cabral é excelente jogador e Willian é o matador e principal figura do time.

Treinador - Paulo Bento

Expectativa - Pelo elenco seria favorito ao título, mas teve problemas com treinador no começo do ano. Deve brigar pelo G4, mas se o trabalho de Bento for bom, pode brigar pelo título. 


FIGUEIRENSE

Poderes de Greyskull? Rafael Moura é a esperança de gols do Figueira

Histórico - Quarto colocado no Catarinense, caiu logo de início da Primeira Liga. Ano passado, lutou o tempo inteiro contra o rebaixamento, sendo definido somente na última partida que escaparia. Com tudo isso, busca uma melhor campanha esse ano.

Reforços - Rafael Moura, o principal reforço, chegou ao clube em Março. Além dele, vieram Ortega, do Junior Barranquilla, Bady, Jocinei, entre outros.

Time Titular - Gatito Fernandez; Ayrton, Marquinhos, Bruno Alves e Marquinhos Pedroso; Ferrugem, Elicarlos e Bady; Carlos Alberto, Lins e Rafael Moura.

Destaques - Gatito é um bom goleiro, Rafael Moura deve ser o grande jogador do time e Carlos Alberto se destaca mesmo quando não é só pela bola.

Treinador - Vinicius Eutrópio

Expectativa – Inicialmente, é de que de novo brigue contra o rebaixamento. Porém, tem time para sonhar com um campeonato mais tranquilo no meio de tabela.


FLAMENGO

O peruano Guerrero quer voltar à boa fase

Histórico – O Fla decepcionou tanto no Carioca, onde caiu para o rival Vasco mais uma vez, tanto quanto na Primeira Liga, onde foi eliminado pelo Atlético Paranaense. Ainda não conseguiu mostrar bom futebol e Muricy é contestado. Alheio a esses problemas, o clube tem um bom elenco.

Reforços - Fernandinho chegou mais recentemente. Nomes como Cuellar e Mancuello já vem jogando pelo clube desde o início da temporada. Especula-se que o zagueiro Juninho, do Coritiba, pode chegar em breve.

Time base - Paulo Victor; Rodinei, Wallace, Juan e Jorge; Cuellar, Mancuello e Willian Arão; Cirino, Fernandinho e Guerrero.

Destaques - Paulo Victor tem se mostrado um ótimo goleiro desde que chegou ao clube e Cuellar e Mancuello tem jogado muito bem, mas Guerrero está decepcionando.

Treinador - Muricy Ramalho

Expectativa - Pelo elenco, brigaria por uma vaga no G4. Porém, com a instabilidade deve ficar no meio de tabela. Tudo depende de como vai seguir o trabalho de Muricy Ramalho no clube.


FLUMINENSE

O Flu venceu a Primeira Liga

Histórico – Depois de vencer em 2010 e 2012, o Fluminense em 2013 foi protagonista de um dos episódios mais tristes do futebol brasileiro nos últimos anos. Em 2014 e 2015, o time esteve longe de fazer grandes campanhas. Este ano faturou a Primeira Liga, vencendo o Atlético Paranaense na final, e parou na semifinal do Carioca eliminado pelo Botafogo.

Reforços - O Flu negocia com Renê Junior. Reforços como Henrique e Mateus chegaram no começo do ano. 

Time base - Diego Cavalieri; Jonathan, Gum, Henrique e Wellington Silva; Pierre, Cícero, Marcos Júnior, Gustavo Scarpa e Gerson; Fred.

Destaques - Cavalieri já chegou a ser goleiro da seleção, Jonathan é um ótimo lateral direito, Cícero marca muitos gols sendo inclusive artilheiro, mesmo sendo meia, e Fred é o artilheiro e grande jogador do time.

Treinador - Levir Culpi

Expectativa - Briga pelo G4. Este ano conta com um bom time e com um treinador competente para colocar o time na briga pela vaga na Libertadores.


GRÊMIO

Geromel dá segurança à defesa do Tricolor gaúcho

Histórico - Eliminado nas semifinais do Gauchão pelo Juventude, eliminado na primeira fase da Primeira Liga, eliminado nas oitavas de final da Libertadores sendo derrotado em casa pelo Rosário Central, o Grêmio deixou a desejar neste começo de 2016. Mas, possui time para se recuperar no Brasileirão

Reforços - Os principais reforços chegaram no começo do ano, são os casos de Miller Bolaños, Wallace e Henrique Almeida. De resto, o Grêmio manteve a base do ano passado.

Time base - Grohe; Ramiro, Geromel, Fred, Marcelo Oliveira; Maicon, Walace, Giuliano, Douglas e Luan; Miller Bolaños.

Destaques - Grohe é considerado por muitos o melhor goleiro do Brasil. Não atoa, é figura constante na seleção brasileira. Douglas e Giuliano são bons meias e Geromel vem sendo um dos melhores zagueiros do Brasil.

Treinador - Roger Machado

Expectativa - Algo entre o meio de tabela e a briga pelo G4, dependendo muito do decorrer da competição.


INTERNACIONAL

Inter conquistou o hexacampeonato gaúcho

Histórico - Foi hexacampeão do Campeonato Gaúcho em cima do Juventude, mas parou na semifinal da Primeira Liga contra o Atlético Paranaense. Perdeu seu goleiro titular Alison e foi buscar no Sport a reposição. Tem um bom time ,mas um treinador bastante contestado.

Reforços - Danilo Fernandes é o principal reforço trazido recentemente. O clube também contratou Rivaldinho (filho do craque Rivaldo), do XV de Piracicaba, e Anselmo, do Joinville. Marquinhos e Magalhães haviam chegado no começo do ano

Time base - Danilo Fernandes; William, Paulão, Ernando e Artur; Rodrigo Dourado, Fernando Bob, Eduardo Sasha, Andrigo e Anderson; Vitinho.

Destaques - Danilo Fernandes era ótimo goleiro no Sport e não deve ser diferente no Inter, Dourado se mostrou excelente jogador já, Eduardo Sasha promete muito e Vitinho também é bom jogador.

Treinador - Argel Fuchs

Expectativa - Meio de tabela. Com alguma melhora pode buscar o G4.


PALMEIRAS

Fernando Prass é um dos líderes do elenco palmeirense

Histórico - O título da Copa do Brasil parecia ter colocado o Palmeiras nos trilhos, mas acabou não sendo assim. O time fez péssima campanha na Libertadores e no Paulista caiu lutando contra o Santos na semifinal. Marcelo Oliveira caiu nesse meio de caminho e Cuca assumiu o Verdão.

Reforços - Mina e Tchê Tchê foram contratados recentemente. Fabricio e Fabiano vieram na troca de Lucas e Robinho com o Cruzeiro. Outros reforços haviam chegado no começo do ano.

Time base - Fernando Prass; Tchê Tchê, Mina, Victor Hugo e Egídio; Jean, Matheus Sales, Gabriel Jesus, Dudu e Claiton Xavier; Lucas Barrios.

Destaques - Fernando Prass foi herói na Copa do Brasil e não tem sido menos fantástico em 2016, evitando, por exemplo, uma goleada do Rosário Central em pleno Allianz Parque. Gabriel Jesus vai se consolidando cada vez mais no time, Dudu é o bom jogador e Lucas Barrios vem se firmando.

Treinador - Cuca

Expectativa - Tem elenco até para brigar pelo título, mas por ser o Palmeiras, há grandes riscos de ficar num decepcionante meio de tabela. Brigará, provavelmente, pelo G4.


PONTE PRETA

Roger volta para mais uma passagem na Ponte

Histórico - Subiu em 2014 com um vice-campeonato na Série B de gosto amargo e fez ótima campanha ano passado, sendo até líder em algumas rodadas. Em 2016, a Macaca teve um péssimo começo de temporada e, aos poucos, vai se recuperando, mas não foi nem ao mata-mata do Paulistão.

Reforços - Os atacantes Felipe Men, Willian Potker e Roger se destacam entre os reforços da Macaca, que vem trabalhando com lentidão nas contratações.

Time base - João Carlos; Jeferson, Douglas, Kadu e Reinaldo; Renê Junior, João Victor e Ravanelli; Rhayner, Felipe Azevedo e Wellington Paulista

Destaques - Felipe Azevedo e Wellington Paulista são os principais destaques da Ponte Preta, ambos são os artilheiros da equipe. Renê Junior também é um bom valor.

Treinador - Eduardo Baptista

Expectativa - O elenco pontepretano é fraco, deve brigar contra o descenso. Entretanto, o trabalho de Eduardo, que já se mostrou bom treinador, pode levar o time a um meio de tabela.


SANTA CRUZ

Grafite vem sendo o destaque do Santa Cruz

Histórico - Campeão Pernambucano e Campeão do Nordeste, o momento do Santa Cruz não poderia ser melhor. O time não começou o ano tão bem, mas foi melhorando aos poucos e chega ao Brasileiro em alta.

Reforços - Fernando Gabriel veio da Ferroviária e Roberto, do Náutico. Outros reforços, como Léo Moura, chegaram ainda antes da Copa do Nordeste.

Time Titular - Tiago Cardoso; Vitor, Neris, Danny Morais e Tiago Costa; João Paulo, Willian Correia e Lelê; Keno, Artur e Grafite.

Destaques - Grafite é o grande destaque da equipe, veio de fora para realizar o sonho de ganhar um titulo no Santa Cruz e já conseguiu. Keno e o goleiro Tiago Cardoso também merecem menção.

Treinador - Milton Mendes

Expectativa - O que a maioria pode pensar é que o Santa briga lá embaixo. Porém, o time tem um treinador e jogadores que podem fazer com que lute no meio de tabela e se mantenha na Série A.


SANTOS

Lucas Lima, Ricardo Oliveira e Gabriel: o trio santista da Seleção

Histórico - O Santos foi finalista do paulista de novo e campeão pela segunda vez seguida, curando um pouco da decepção de ter ficado de fora da Libertadores. Na Copa do Brasil, passou sem muitas dificuldades pelo xará do Amapá e Galvez, do Acre. O clube buscará no Brasileiro voltar, finalmente, à Libertadores.

Reforços - Marquinhos Gabriel não veio, mas o time trouxe Emiliano Vecchio, Rodrigão e Maxi Rolon. Outros, como Paulinho e Joel, já haviam chegado no começo do ano. Vive-se a expectativa da chegada de Jonathan Copete do Atlético Nacional.

Time base - Vanderlei; Victor Ferraz, Gustavo Henrique, David Braz e Zeca; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima; Gabigol, Vitor Bueno e Ricardo Oliveira

Destaques - Lucas Lima, Gabigol e Ricardo Oliveira estão de alguma forma envolvidos na seleção. Vanderlei, desde sua chegada, se mostra um dos melhores goleiros do Brasil.

Treinador - Dorival Júnior

Expectativa - Tem time titular até pra sonhar com o título, elenco para G4, porém a seleção pode atrapalhar o Santos nesse objetivo.


SÃO PAULO

Aparentemente, Bauza acertou o time Tricolor

Histórico - Há um mês atrás vivia uma crise, eliminado com goleada pelo Audax, correndo risco na Libertadores... Um mês se passou e o São Paulo venceu o primeiro jogo contra o Atlético Mineiro no Morumbi, pelas quartas da Libertadores, e pode até almejar o tetra da competição. Os ventos mudaram completamente para os lados do Jardim Leonor.

Reforços - Os reforços, em sua maioria, chegaram no começo do ano. Uma permanência de Calleri no segundo semestre já seria um reforço enorme. O meia Larrondo, do Rosário Central, é alvo, assim como o meia Alex, do Inter.

Time base - Dênis; Bruno, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; Thiago Mendes, Hudson, Ganso, Michel Bastos e Kevin; Calleri.

Destaques - Maicon vem se destacando defensivamente, Ganso voltou a velha forma e tem sido o motor, coração e maestro do time, Kevin tem feito grandes partidas e Calleri é o grande jogador do SPFC no primeiro semestre.

Treinador - Edgardo Bauza

Expectativa - Depende muito de se ganhar a Libertadores ou não. Se vencer, apenas “passeará” no campeonato. Se não, deve brigar por G4.


SPORT

Diego Souza ficou nem três meses no Flu e voltou para o Sport

Histórico - Vice-campeão Pernambucano e eliminado pelo Campinense na Copa do Nordeste na semifinal, o Sport busca outra boa campanha no Brasileirão. No ano passado, o time até decepcionou no final por não conseguir se manter na briga pelo G4.

Reforços - Gabriel Xavier e Diego Souza são os principais reforços e já chegaram há algum tempo. Danilo Fernandes foi para o Inter e o Sport ainda não trouxe ninguém para reposição. 

Time base - Magrão; Samuel Xavier, Henríquez, Durval e Renê; Rithelly, Luiz Antônio, Diego Souza, Lenis e Mark Gonzalez, Vinicius Araújo.

Destaques - Diego Souza é a grande figura da equipe, Durval se mostra um zagueiro seguro e Mark Gonzalez faz um ótimo ano também.

Treinador - Osvaldo de Oliveira

Expectativa - Deve ficar no meio da tabela e, dependendo das circunstâncias, pode brigar por G4. É, de longe, o time nordestino mais bem estabelecido na Série A.


VITÓRIA

Kieza é uma das apostas do Vitória para ir bem na competição

Histórico - Campeão Baiano em 2016, em uma final polêmica contra o rival Bahia, o Vitória sequer participou da Copa do Nordeste, devido a má campanha no estadual do ano anterior. Chega ao Brasileiro depois de ser terceiro colocado na série B em 2015.

Reforços - Kanu voltou ao time em Abril. Tiago Real e Willian Farias entre outros vieram em janeiro. Já Dagoberto e Kieza se destacam entre os reforços do time.

Time base - Fernando Miguel; José Welison, Victor Ramos, Ramon e Diego Renan; Amaral, Willian Farias e Leandro Domingues; Marinho, Vander e Kieza.

Destaques - Kieza é o grande destaque da equipe, Marinho também é bom valor e Dagoberto pode vir a se tornar destaque à medida que for pegando espaço.

Treinador - Vágner Mancini

Expectativa - Briga contra o rebaixamento, dificilmente almejará algo além da permanência na Série A.

Confira tabela completa da competição aqui.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações