domingo, 24 de abril de 2016

Briosa faz a festa e goleia o União em Mogi das Cruzes

Portuguesa Santista, de branco e azul, dominou o jogo

Com um atuação impecável, a Portuguesa Santista conseguiu a sua primeira vitória no Campeonato Paulista da Segunda Divisão, a popular Bezinha. A Briosa foi até o Estádio Nogueirão, em Mogi das Cruzes, e goleou o União por 4 a 0, em partida realizada na manhã deste domingo, dia 24.

A Portuguesa havia estreado com um empate em 0 a 0 em casa, no clássico contra o Jabaquara. O time teve problemas em seu primeiro jogo, já que só tinha 12 jogadores inscritos. Mas, durante a semana, a questão foi solucionada e o time da Baixada foi para Mogi com banco de reservas completo. E isto acabou ajudando no resultado final.

Tentativa de jogada no meio de campo

Já o União Mogi buscava sua segunda vitória na competição. Na estreia, a equipe rubra vence o Manthiqueira, em Guaratinguetá, por 1 a 0. Portanto, um triunfo no jogo de hoje, deixaria o União entre os líderes da competição.

O Estádio Nogueirão, reinaugurado no final do ano passado após ampla reforma, é um dos melhores estádios da divisão, inclusive com seu gramado impecável. O campo acabou sendo palco da estreia do novo segundo uniforme da Portuguesa: camisas brancas, com detalhes em azul, e shorts azuis. A cor diferente no manto da Briosa é em homenagem à Fita Azul, condecoração dada pela CBD ao clube devido à invencibilidade na excursão à África em 1959.

Briosa pressionou os donos da casa no primeiro tempo

Bom, vamos para o jogo. Quem começou mandando no jogo, mesmo jogando fora de casa foi a Portuguesa. Logo no primeiro minuto, Carlos Alberto cobrou bem falta, mas o goleiro do União, Alexandre, fez boa defesa. Aos 6, o meia-atacante Lino aproveitou a sobra na entrada da área e arrematou, fazendo a bola passar perto da trave do time da casa.

Com maior volume de jogo, mesmo com o sol forte, a Portuguesa chegou ao primeiro gol aos 15 minutos. Em cobrança e falta pela direita, Ricardinho alçou a bola na área e o volante Vena desviou de cabeça contra o próprio patrimônio. Briosa 1 a 0.

A fanática Força Rubro Verde presente em Mogi das Cruzes

A Portuguesa dominava a partida, dando poucas chances ao União, que só tentava chegar ao ataque em chutões. Com isso, a Briosa chegou ao segundo aos 35 minutos. Em cruzamento pela esquerda, Romário entrou sozinho na área e de cabeça balançou as redes.

Aos 42, Matheus fez boa jogada pela direita e cruzou rasteiro para Romário. O atacante Rubro Verde desviou, mas o goleiro Alexandre espalmou. A única chegada ao ataque do União foi aos 45, com, Alexandre Moraes, que finalizou por cima da trave. Com isto, o primeiro tempo terminou com o placar de 2 a 0 para a Portuguesa.

Falange Vermelha, torcida do União Mogi

No intervalo, um bate-papo com os amigos Raul Weides Burgos e Genilton Lucas. Também vale destacar a presença da fanática torcida Força Rubro Verde, que saiu de Santos para apoiar a Briosa, e a Falange Vermelha, do União.

No início da segunda etapa, o União voltou com mais ímpeto. Porém, não conseguia levar perigo ao time da Portuguesa e ainda deixava espaços para o adversário. Aos 12, a Briosa teve outra chance com Romário, que finalizou para fora.

Briosa continuou melhor no segundo tempo

Na metade do segundo tempo, o técnico da Portuguesa, Ricardo Costa, iniciou as substituições, dando novo ânimo ao time, que voltou a massacrar o adversário, que mostrava claros sinais de cansaço. Aos 31, Sillas fez bela jogada pela direita e rolou para Willian, que da marca do pênalti finalizou por cima do travessão.

Aos 34, Kauê, que havia acabado e entrar, fez belo lançamento para Willian, que finalizou com força, para grande defesa de Alexandre. Dois minutos depois, saiu o terceiro da Briosa. Kauê lançou para o experiente Ricardinho. O experiente meia de 40 anos fez bela jogada e só rolou para Willian, sozinho, marcar.

União Mogi tentava as jogadas, mas não conseguia passar pela marcação

A Portuguesa continuou pressionando o União e chegou ao quarto gol aos 41 minutos. Em contra-ataque rápido, Kauê achou o xará Kauê Rivera, que também veio do banco de reservas, sozinho. O jogador cedido pelo Santos FC teve tranquilidade para ganhar a jogada do marcador e dar números finais ao espetáculo: União 0, Portuguesa Santista 4.

Agora, a Briosa, que foi a 4 pontos, enfrenta o Mathiqueira no próximo domingo, dia 1º de maio, às 10 horas, no Estádio Ulrico Mursa, em Santos. Já o União Mogi vai até o ABC Paulista, no próximo sábado, dia 30, às 15 horas, enfrentar o EC São Bernardo, no Baetão.

Ao final, Briosa 4 a 0

Ficha Técnica

UNIÃO MOGI 0 X 4 PORTUGUESA SANTISTA

Data: 24 de abril de 2016.
Local: Estádio Nogueirão - Mogi das Cruzes-SP.
Árbitro: Willer Fulgêncio Santos.
Assistentes: Renato de Oliveira Cardoso e Fabrini Bevilaqua Costa.

Cartões Amarelos:
União Mogi: Cleber e Vena.
Portuguesa Santista: Alisson.

Gols:
Portuguesa Santista: Vena (contra), aos 15', e Romário, aos 35' do primeiro tempo. William, aos 34', e Kauê Rivera, aos 41' do segundo tempo.

União Mogi: Alexandre; Rodrigo, Igor, Cássio e Gregory; Vena, Marcos Vinícius, Cleber e Pará (Thales); Alexandre Moraes (Douglas) e Matheus (José Victor) - Técnico: Pedro Lamounier.

Portuguesa Santista: Rogério; Matheus, Dema, Alisson e Vinícius; Pedro, Carlos Alberto e Ricardinho; Luca Britto (Willian), Romário (Kauê) e Sillas (Kaue Rivera) - Técnico: Ricardo Costa.
←  Anterior Proxima  → Inicio

Um comentário:

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações