terça-feira, 1 de março de 2016

Sul-Americano Feminino Sub-17 começa nesta terça na Venezuela


A cidade de Barquisimeto, na Venezuela, está em festa. Começa nesta terça-feira, 1º de março, a quinta edição do Campeonato Sul-Americano Feminino Sub-17. As anfitriãs buscam o bi-campeonato. A competição é importante, pois dá três vagas para o Mundial da categoria, que será realizado na Jordânia, entre setembro e outubro. Todos os jogos acontecerão no Estádio Metropolitano de Lara.

O maior vencedor da competição é o Brasil, que venceu duas das quatro edições já realizadas, em 2010 e 2012. Colômbia, em 2008, e Venezuela, na última edição, realizada no Paraguai, em 2013, também já conquistaram o caneco.

As 10 seleções que participam do campeonato estão divididas em dois grupos de cinco equipes, que jogam entre si dentro das chaves. As duas primeiras equipes de cada lado se classificam para o quadrangular final, que define o campeão e as três equipes que estarão no mundial da categoria. Para esta edição, Venezuela, que busca repetir o feito de 2013, mas desta vez jogando em casa, Brasil, Colômbia e Argentina aparecem como favoritos.

Confira os grupos:

GRUPO A
Venezuela - Paraguai - Argentina - Chile - Peru

Equipe da Argentina vai em busca da classificação (foto: divulgação AFA)

É o grupo mais forte da competição. A Venezuela joga em casa para mostrar que realmente faz um belo trabalho nas categorias de base do futebol feminino, pois é a atual campeã Sul-Americana Sub-17 e vice Sub-20.

A Argentina vem com uma equipe forte, com algumas jogadoras que disputaram o Sub-20 no final do ano passado, em Santos. Paraguai, que no ano passado fez boas apresentações no Torneio Internacional Sub-17, na Rua Javari, em São Paulo, e Chile correm por fora. O Peru é a equipe mais fraca na chave.

Palpite de O Curioso do Futebol: Venezuela e Argentina.


GRUPO B
Brasil - Colômbia - Uruguai - Bolívia - Equador

Brasileiras treinando na Venezuela (foto: divulgação CBF)

Em uma avaliação rápida, somando a qualidade de todas as equipes, o Grupo B está um passo atrás da outra chave. Por isso, Brasil e Colômbia devem ter facilidade para chegar no quadrangular decisivo. Aliás, o Brasil entra na competição tentando apagar o desempenho da última edição, em 2013, quando não chegou na fase final.

A Colômbia vem a cada dia apresentando uma grande evolução no Futebol Feminino e não deve ter dificuldades para passar ao quadrangular decisivo. Uruguai, Equador e Bolívia entram na competição tentando algo a mais do que o terceiro lugar do grupo, o que será difícil.

Palpite de O Curioso do Futebol: Brasil e Colômbia.

Confira também a tabela da competição:

←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações