sábado, 12 de março de 2016

Sereias vencem Centro Olímpico na abertura da Copa Ouro

Sereias venceram com certa facilidade o Centro Olímpico

As Sereias da Vila, time feminino do Santos Futebol Clube, iniciaram a Copa Ouro da Associação Paulista de Futebol (APF) com o pé direito. Em partida realizada na tarde deste sábado, dia 12, no CT Rei Pelé, na Baixada, a equipe da casa derrotou o Centro Olímpico por 3 a 0, depois de um primeiro tempo morno e um segundo tempo com mais movimentação.

Tanto o Santos como o Centro Olímpico estão utilizando a competição como preparação para o Campeonato Paulista, este organizado pela Federação Paulista de Futebol, que começa no mês de abril. Além disso, era a primeira partida de ambas as equipes depois da eliminação do Brasileirão, que foi traumática principalmente para a equipe da Baixada, que perdeu a classificação com um gol no final do jogo contra a Ferroviária, em Araraquara.

As atletas do Santos FC

Mas para o combate deste sábado houve um problema: as duas equipes estavam lá, no horário certo, se aquecendo, menos o trio de arbitragem indicado pela APF. Como não havia notícia de que eles estariam chegando, foi conseguido árbitro e assistentes da cidade (que, diga-se de passagem, tiveram boa atuação). Porém, quando o jogo já havia começado, o trio da APF chegou ao CT Rei Pelé. Como a bola já estava rolando, os representantes da Associação não entraram em campo, mas a partida pode correr o risco de não contar para o torneio. A decisão vai ficar para a entidade.

Bom, mas o que importa, pelo menos por enquanto, é com a bola rolando, então vamos contar como foi o jogo no gramado sintético do CT Rei Pelé. Logo no início, o Santos teve duas chances: uma com Carol Arruda, de cabeça, após jogada de bola parada, e a outra com Ketlen, que voltava ao time depois de uma contusão no joelho, que saiu na cara do gol mas foi interceptada pela goleira Lorena.

As jogadoras do Centro Olímpico

Após este início, as Sereias até tiveram mais posse de bola, mas pouco finalizavam. Já o Centro Olímpico pouco passava do meio de campo. Os torcedores não gostaram do futebol praticado naquele momento pelos dois times. Aliás, a torcida organizada do Santos estava presente e protestou pedindo a saída do técnico das Sereias, Caio Couto, devido ainda a eliminação do Brasileirão.

No final do primeiro tempo, o Santos voltou a atacar mais. Aos 37, Calan quase abriu o marcador, de cabeça, mas a bola passou por cima da trave. Já aos 42, Moretti recebeu passe de Ketlen na marca do pênalti e mandou a bola no travessão. Com tudo isso, a partida foi para o intervalo com o placar de 0 a 0.

Trio de arbitragem com as capitãs

Se a primeira etapa chegou a ter momentos de sonolência, o segundo tempo foi bem movimentado. E as Sereias, que faziam boas jogadas com triangulações de Thessa, Erikinha, Maria e Moretti, abriram o marcador logo aos 4 minutos. Em falta pela esquerda, Marcela cobrou com perfeição, sem chances para a goleira Patrícia, que tinha acabado de entrar no lugar de Lorena, fazendo 1 a 0 para o Santos.

Um minuto depois, as Sereias da Vila ampliaram o marcador. Após bela troca de passes no meio de campo, a bola sobrou para Maria. A jogadora ganhou na velocidade da defesa do Centro Olímpico e finalizou com perfeição. Santos 2 a 0.

Ketlen teve chance de abrir o marcador no início do jogo

Após os dois gols sofridos, o Centro Olímpico acordou na partida e, por muito pouco, quase diminuiu o marcador. Aos 9, Maessa aproveitou vacilo da defesa do Santos, roubou a bola e saiu na cara da goleira Dani Nehaus, mas finalizou por cima da trave. Aos 13, outra boa jogada da equipe paulistana. A bola Otília surgiu sozinha para finalizar, mas a defesa das Sereias conseguiu salvar o gol.

Após os momentos de sustos, e de ambas as equipes abusaram das substituições (o regulamento previa que cada time poderia substituir as 11 atletas), o Santos voltou a tomar conta da partida e conseguiu fazer mais um gol, aos 27 minutos. Em uma jogada que pareceu replay do segundo tento, Maria, novamente, saiu na cara da goleira Patrícia e não perdoou: Santos 3 a 0.

Ataque perigoso das Sereias

O Santos quase fez o quarto aos 40 minutos. Tcheory, que havia entrado no lugar de Moretti, invadiu a área e finalizou forte. A goleira Patrícia desviou, a bola ainda explodiu na trave, antes de sair para escanteio. Este foi o último lance de perigo da partida, que terminou com o placar de Santos 3, Centro Olímpico 0.

No outro jogo da rodada, a Portuguesa bateu o Juventus por 4 a 1, em São Paulo, também na tarde deste sábado. Agora, as Sereias da Vila enfrentam o Juventus, no próximo sábado, dia 19, às 10 horas, no campo do clube social do Moleque Travesso. Já o Centro Olímpico terá um embate contra a Portuguesa, no mesmo dia, em horário e local a serem definidos.

Falta em que saiu o primeiro gol do jogo

Ficha Técnica

SANTOS 3 X 0 CENTRO OLÍMPICO

Data: 12 de março de 2016 - sábado
Local: CT Rei Pelé - Santos-SP
Árbitro: Jazon Ferreira Gonçalves
Assistentes: Débora Frik e Délivo Guimarães

Cartão Amarelo: Beatriz (Centro Olímpico)

Gols: Marcela, aos 4', e Maria, aos 5' e 27' do segundo tempo.

SANTOS FC: Dani Nehaus; Thessa (Katiuscia), Calan (Camila), Carol Arruda (Auinã) e Dani Silva (Natane); Maria (Cida), Sandra (Kelly), Erikinha (Raquel) e Moretti (Tcheury); Marcelinha (Karen); Ketlen (Chai) - Técnico: Caio Couto.

CENTRO OLÍMPICO: Lorena (Patrícia); Amanda (Sartori), Giovanna, Teté (Bruna) e Menezes (Beatriz); Zóio (Camila), Messa (Geisy) e Marjory (Brena); Beatriz (Gabi), Otília e Juliana - Técnico: Jonas.

* Texto e fotos: Victor de Andrade
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações