sábado, 6 de fevereiro de 2016

Juventus fica sem 'samba no pé' e perde para o Velo Clube na Javari

Por Ricardo Russini Pucci*

Apesar de domínio, Juventus perdeu para o Velo Clube

No duelo entre as duas equipes que estavam com 100% de aproveitamento no Campeonato Paulista da Série A-2, o Juventus não teve 'samba no pé' e, mesmo jogando em seus domínios, acabou perdendo para o Velo Clube, de Rio Claro, por 1 a 0. A partida foi realizada na tarde do sábado de carnaval, dia 6 de fevereiro.

Estava empolgado em voltar a ver o Moleque Travesso, já que não consegui ver a vitória no derby contra a Portuguesa, no Canindé, no meio de semana. As duas vitórias no início da competição deixaram os juventinos 'alvoroçados' e todos acreditavam no 'desfile perfeito' do time, mesmo com o adversário tendo a mesma campanha.

Equipes perfiladas para o hino

Vale ressaltar a presença do grande amigo Bruno Filandra Lopes, que estava fazendo sua estreia nas arquibancadas em 2016, depois de muito trabalho na Escola de Samba Acadêmicos do Tatuapé. Apesar do cansaço de meses e ter encarado o desfile de madrugada, o grande amigo, que é um fanático por Futebol Alternativo, marcou presença na Rua Javari.

No início da partida, parecia que o Juventus iria ter 'samba no pé'. Logo aos oito minutos, Derli quase abriu o placar para a equipe da casa. Ele driblou dois adversários e caiu dentro da grande área. O árbitro interpretou como simulação e advertiu o jogador com o cartão amarelo. Na resposta, aos 14 minutos, André Mococa recebeu de Leleco na entrada da grande área e bateu firme para colocar o Velo Clube em vantagem no placar.

Juventinos marcaram presença em pleno sábado de carnaval

A principal aposta do time da casa era a bola área, mas viu o seu atacante Léo Souza em tarde pouco inspirada. Experiente, Adiel controlou o meio campo do clube paulistano e chegou a dar dois ‘chapéus’ em campo. Do outro lado, o Velo Clube mostrou tranquilidade, procurando os espaços e sem dar possibilidades de empate para o adversário até o apito final do árbitro no primeiro tempo.

O intervalo serviu para abaixar os ânimos, mas não por muito tempo. Logo no primeiro lance da segunda etapa, o Velo Clube quase ampliou o placar, mas Rafael Ferro afastou o perigo. O lance serviu para acordar o Juventus, que pressionou a defesa adversária durante todo o segundo tempo, mas sem êxito.

O time da casa não conseguiu buscar o empate

Élder Granja entrou em campo e, ao lado de Adiel, desdobraram a marcação, mas o goleiro Rafael estava em tarde inspirada. Ele, por sinal, chegou a receber um cartão amarelo por atrasar o reinicio da partida. A apoteose da partida não foi feliz para o Juventus, que acabou perdendo para o Velo Clube por 1 a 0.

A vitória deixa o Velo Clube na vice-liderança com nove pontos, atrás apenas do Santo André, que tem saldo de gols melhor – sete contra três. Além disso, o clube de Rio Claro mantém o 100% de aproveitamento. Do outro lado, o Juventus continua com seis pontos.

Agora o Juventus se prepara para enfrentar o Monte Azul, fora de casa, na quarta-feira (10), às 16 horas. No mesmo dia, mas às 20 horas, o Velo Clube recebe o Independente, em Rio Claro, pela 4ª rodada.


* Ricardo Russini Pucci (com a camisa do Moleque Travesso, ao lado de Bruno Filandra Lopes) mora em São Paulo, é estocador, torce para o Juventus e é um fanático por futebol.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações