quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Com dificuldade, Sereias vencem Lusa na estreia do Brasileirão

Santos teve dificuldades, mas derrotou a Lusa

As Sereias da Vila, equipe de Futebol Feminino do Santos FC, tiveram muita dificuldade, mas estrearam no Campeonato Brasileiro com o pé direito. Elas derrotaram a Portuguesa de Desportos, por 1 a 0, em partida realizada na noite desta quarta-feira, dia 20 de janeiro, no Estádio Ulrico Mursa, em Santos.

A expectativa para a estreia era grande. Ao contrário do ano passado, quando a equipe foi montada às pressas, as Sereias da Vila fizeram, para a temporada de 2016, uma boa pré-temporada. Além disso, a base foi mantida, com o reforço de quatro jogadoras: a goleira Patrícia Nardy, a lateral Danielli (que já havia passado pela Vila Belmiro), a meia Marcela e a atacante Daiane Moretti.

Já a Lusa estava sendo considerada a grande zebra do Grupo 1, que conta também com Ferroviária, Tiradentes do Piauí e Iranduba da Amazônia, e queria provar que pode brigar de igual para igual com todas as adversárias.

Tentativa de jogada pela esquerda

As duas equipes entraram no gramado do campo da Portuguesa Santista, que, aliás, já foi adaptado ao padrão Fifa, com um tempo chuvoso, que muito mais parecia a primavera do que o típico verão na Baixada Santista. Apesar do clima, cerca de 300 pessoas prestigiaram a partida. Mas, os primeiros 10 minutos do jogo foram de poucas emoções, onde as equipes estavam mais se estudando. O Santos só chegava apenas nos chutes de fora da área da meia Karen. Já a Portuguesa mostrava que a intenção era não tomar gol.

A partir dos 18 minutos, as Sereias passaram a dominar a partida. Da entrada da área, Maria, que jogou de volante, arriscou um belo chute, que passou perto da trave esquerda da goleira Michelle. Aos 23, o Santos quase abriu o marcador: em bola cruzada rateira da direita, Ketlen dominou na marca do pênalti, girou e bateu, obrigando a arqueira da Lusa a fazer uma grande defesa. No escanteio, Calan subiu sozinha e cabeceou a bola no travessão.

E as Sereias continuaram com a blitz para cima da defesa lusitana, mesmo com a chuva apertando. Aos 25, Karen apareceu na área e finalizou de cabeça para fora. Já aos 31, Ketlen finalizou da entrada da área, obrigando Michelle a trabalhar novamente. Em seguida, a atacante santista teve outra chance, fazendo com que a goleira da Portuguesa fizesse outra importante defesa.

Confusão na área da Lusa

De tanto insistir, o Santos chegou ao gol de abertura do marcador aos 40 minutos. Daiane Moretti fez um belo lançamento que encontrou Ketlen sozinha na área da Portuguesa. A atacante das Sereias ainda teve tempo de ajeitar a bola e tocar na saída da goleira Michelle. E o primeiro tempo terminou com o placar de 1 a 0 para o Alvinegro.

Na segunda etapa, o Santos teve problemas para furar a retranca da Lusa. E o pior: deixou espaços para que o adversário pudesse criar chances. Aos 16 minutos, a Portuguesa quase empatou. Aline, que tinha acabado de entrar no lugar de Rafinha, foi até a linha de fundo e cruzou para Carla, que entrava sozinha na entrada da pequena área santista. Porém, a atacante rubro-verde dominou mal a bola, que sobrou para goleira Dani.

Aos 26, o único lance polêmico da arbitragem. A meia-atacante das Sereias Marcelinha, que entrou no lugar de Karen, invadiu a área e foi calçada por uma defensora da Lusa. Pênalti claro que o árbitro Adriano de Assis Miranda não marcou e ainda mostrou o cartão amarelo para a jogadora santista.

Tentativa de jogada

Dez minutos depois, a Portuguesa chegou novamente com perigo. Flavi arriscou um belo chute de fora da área, obrigado a goleira Dani a fazer uma grande defesa. Aos 42, foi a vez do Santos assustar. Maria passou por três jogadoras da Lusa e arrematou da entrada da área, mas a bola saiu, tirando tinta da trave. Aos 46, o Santos teve sua última chance na partida. Daiane Moretti caiu pela direita e cruzou para Marcelinha, que finalizou para fora.

Apesar do jogo duro e do problema para passar pela retranca da Portuguesa, o Santos conseguiu estrear no Brasileirão feminino conquistando os três pontos. "A Lusa fez uma barreira à frente da área e a equipe teve dificuldades para furar o bloqueio. Faltou um pouco de tranquilidade, mas conseguimos estrear com vitória, que foi importante para a classificação na competição", disse o técnico Caio Couto após a partida.

O Santos agora enfrenta o Iranduba, na quarta-feira, dia 27, às 22 horas, no Estádio Ismael Benigno (Colina), em Manaus, no Amazonas. Já a Portuguesa joga na terça, 26, às 19h30, contra a Ferroviária, no Canindé.

Ketlen, a autora do único gol da partida

Ficha técnica

Santos 1 x 0 Portuguesa

Data: 20 de janeiro de 2016.
Local: Estádio Ulrico Mursa, em Santos (SP).
Árbitro: Adriano de Assis Miranda.
Auxiliar 1: Alex Ang Ribeiro.
Auxiliar 2: Daniel Luis Marques.

Cartão amarelo: Marcelinha (San).

Gol: Ketlen, aos 42 minutos do primeiro tempo.

Santos FC: Dani; Giovana, Carol Arruda, Calan e Dani Silva ; Sandrinha, Maria, Karen (Marcelinha); Ketlen, Sole (Erikinha) e Moretti (Auinã) - Técnico: Caio Couto

Portuguesa: Michelle; Erica, Dani, Dayana e Giovanna; Nathalia, Flavi, Cibele (Lucelia) e Rafinha (Aline); Carla e Jaque (Karol Lins) - Técnico: Prisco Palumbo
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações