sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Campeonato Cearense começa neste sábado

Com colaborações de Yuri Casari* e Luca Laprovitera**


Itapipoca e Itapajé entram no gramado do Estádio Junco, às 16 horas deste sábado, para a primeira partida do Campeonato Cearense de 2016, um dos estaduais mais tradicionais do Nordeste. É claro que os grandes Ceará e Fortaleza, campeão de 2015, são os favoritos para conquistar o caneco, porém, as outras equipes prometem entrar fortes na competição.

Apesar de ser o segundo campeonato profissional a ser inciado no Brasil nesta temporada, foi difícil para a Federação Cearense confirma as 10 equipes da disputa. Primeiro, o Tiradentes, campeão da segunda divisão no ano passado, não apresentou documentação de quitação dos salários dos jogadores em 2015 e foi excluído da competição, com o Itapajé entrando em seu lugar.

Porém, a história não ficou por aí. A dois dias do início do Campeonato Cearense, novas mudanças se confirmaram. O Guarany de Sobral foi excluído da competição por irregularidades nas certidões negativas de débito, sendo rebaixado. No seu lugar, voltou o Tiradentes, que conseguiu retomar a vaga ao regularizar a sua situação.

O regulamento para esse ano segue o mesmo da edição anterior, sem grandes novidades, continuando confuso. Serão 10 equipes divididas em dois grupos. Na primeira fase, os times se enfrentam dentro dos próprios grupos em turno e returno. Os dois últimos de cada grupo disputam o quadrangular do rebaixamento, que vai indicar os dois rebaixados para a segunda divisão de 2017. As três melhores de cada grupo passam para segunda fase. As equipes do grupo A1 foram o grupo B1, e do A2, o grupo B2. Os clubes do grupo B1 enfrentam as equipes do guopo B2 em partidas de ida e volta. Os dois primeiros de cada grupo passam para as semifinais, em jogos de ida e volta, decidindo os dois finalistas.

Confira as novidades de cada equipe:

GRUPO A1

Fortaleza

Treinamento foi intenso durante a pré-temporada do Tricolor de Aço

Atual campeão, o Fortaleza espera repetir o que fez no Estadual de 2015 e não como encerrou o ano, sendo eliminado, mais uma vez, na Série C do Brasileirão e não conseguindo o acesso. Para 2016, onde o clube também disputa o Nordestão, o Fortaleza apresentou 13 jogadores, sendo os mais conhecidos lateral-esquerdo Willian Simões (ex-Sampaio Corrêa), do lateral-direito Moacir (ex-Sport e Corinthians), do volante Juliano (ex-Goiás) e do atacante Anselmo (ex-Palmeiras e Ceará). A equipe ainda manteve jogadores importantes, como o goleiro Ricardo Berna e os volantes Dudu Cearense e Corrêa.


Icasa

Terceiro colocado do Estadual em 2015, o Icasa terminou o ano de forma melancólica: foi a pior das 20 equipes que disputaram o Brasileirão da Série C, com apenas 7 pontos em 18 jogos, culminando com o rebaixamento. Para mudar este panorama, a agremiação de Juazeiro do Norte fez um acordo com a empresa ED10, do ex-jogador Edson Pelé, e já contratou jogadores como o goleiro paraguaio Jorge Ortiz. O treinador será o experiente Márcio Bittencourt.


Itapipoca

O Itapipoca não quer repetir o desempenho de 2015, quando escapou do rebaixamento para a segundona cearense na última rodada. O objetivo em 2016 é se manter na elite, mas sem sufoco. O técnico Jorge Pinheiro, em sua terceira passagem pelo clube, terá em sua equipe o experiente atacante Da Silva, de 34 anos, artilheiro do sergipano do ano passado pelo Estanciano.


Maranguape

Apontado por muitos como o grande candidato ao rebaixamento em 2015, o Maranguape surpreendeu e conseguiu se manter na elite. O objetivo do clube, agora, é buscar a vaga na Série D do Brasileirão. Para isso, o time conta com reforços com passagens pelo futebol cearense, como o meia-atacante Péricles com passagem pelo Guarani de Juazeiro e estava no 4 de Julho-PI, o experiente zagueiro Júnior Alves, ex-Ceará e o meia Ronaldinho, ex-Maracanã-CE. O treinador é Reginaldo França.


Uniclinic

Depois de estar na terceira divisão estadual em 2014, o Uniclinic conseguiu dois acessos seguidos e volta à elite do futebol cearense, onde jogou pela última vez em 2008. A equipe da Capital vai contar com o lateral-esquerdo Guto, ex-Fortaleza e o volante Leanderson, revelado pelo Grêmio na última década e com passagens por outras equipes como Ceará e Sport.


GRUPO A2

Ceará

Bill volta ao ataque do Ceará

O Ceará teve um 2015 de altos e baixos. Campeão do Nordestão, a equipe deixou escapar o título do estadual, para o rival Fortaleza, nos últimos minutos da partida final. No segundo semestre, uma péssima Série B e o fantasma do rebaixamento chegou a rondar a equipe do Vozão. Para 2016, o técnico Lisca continua e os principais reforços estão no meio campo. Vieram Zezinho, ex-Atlético-PR, Guilherme Biteco, ex-Grêmio e Emannuel Biancucchi, "irmão do primo de Messi". Para o ataque, Bill, artilheiro do alvinegro em 2014, retorna.


Guarani de Juazeiro

O time Rubro-Negro de Juazeiro foi o time cearense que disputou a Série D do Brasileiro após boa campanha no Estadual. Em 2016, a equipe espera repetir o desempenho e contratou um pacotão de jogadores, 16 para ser mais preciso. A maioria vinda do futebol pernambucano, com indicação do técnico Edson Leivinha, que dirige o clube na competição.


Itapajé

Tendo ganho a vaga na elite após a exclusão do Tiradentes (que foi readmitido após a eliminação do Guarany de Sobral) e a negativa do Maracanã de ficar com a vaga, o Itapajé teve que montar seu elenco às pressas. A equipe do treinador Erasmo Forte conta com jogadores desconhecidos do grande público, sendo o meia Felipe Cruz, que estava em Portugal, o mais reconhecido. Continuar na primeira divisão será uma grande vitória para a agremiação.


Quixadá

O tradicional Quixadá será comandado por Marco Antônio em 2016. Além do volante Carlinhos, que retorna ao clube após o título da terceira divisão estadual pelo Alto Santo, o destaque é o goleiroDiego Siqueira, ex-Petrolina. Batedor de faltas, até o momento só marcou um gol na carreira, e de pênalti. Mas seu grande trunfo foi ter sido eleito o homem mais bonito da cidade pernambucana de Petrolina chegando a disputar o Mister Pernambuco.


Tiradentes

O Tigre da Polícia Militar teve uma pré-temporada conturbada. Primeiramente excluído do Campeonato Cearense, por não apresentar documentos que garantia a quitação financeira com os atletas do ano passado, o campeão da Segundona em 2015 foi readmitido nesta semana, após regularizar a sua situação e o Guarany de Sobral apresentar os mesmos problemas. Para a competição, o Tiradentes pode utilizar alguns atletas do Sub-20, que disputaram a Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Confira tabela completa da competição aqui.

* Yuri Casari é jornalista e responsável pelo site Escrevendo Futebol. Ele também fez um guia do Campeonato Cearense, que você pode conferir aqui.

* Luca Laprovitera é jornalista, mora em Fortaleza, e é responsável pelos sites Luca Laprovitera, o Blog e o Bora Leão.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações