quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

O gol de Tupanzinho e o primeiro Brasileiro do Timão

Tupanzinho chega de carrinho para marcar o gol do título corintiano

O dia 16 de dezembro é muito comemorado pelo Corinthians. Foi nesta data, no ano de 2012, em que o Timão venceu um dos grandes títulos da do clube: o Mundial de Clubes, o segundo da história. Porém, no dia 16 de dezembro de 1990, o Alvinegro da Fiel Torcida conquistou o primeiro de uma série de títulos que marca os últimos 25 anos da agremiação: o Campeonato Brasileiro.

O Corinthians vinha sendo um dos melhores times da competição. Apesar de ser um time com poucos nomes de grande impacto, o Timão era bem montado pelo técnico Nelsinho Baptista, que no primeiro semestre tinha dirigido o Novorizontino vice-campeão paulista, que fez a final caipira com o Bragantino.

Um dos poucos destaques individuais daquela equipe era o goleiro Ronaldo. Com seu jeito irreverente, muitas vezes até explosivo, o arqueiro já era ídolo da torcida por dois motivos: suas defesas mirabolantes, usando de sua impulsão fora do comum, e o fato de ser cria do terrão. Além disso, Ronaldo já era titular da equipe desde 1987.

O gol por outro ângulo

Mas o grande jogador do Timão de 1990 era Neto. Revelado pelo Guarani, o jogador já tinha passado por Bangu, São Paulo e Palmeiras, onde foi trocado com o Corinthians por Ribamar. Talentoso, a indisciplina sempre o atrapalhou. Porém, no Alvinegro, Neto estava impossível: o meia vinha jogando muito, cobrando faltas com perfeição e fazendo gols de todos os jeitos, e queria provar para todos que ele deveria ter ido à Copa do Mundo daquele ano, onde foi preterido pelo técnico Sebastião Lazaroni.

Voltando à competição, o Corinthians terminou a primeira fase em quatro lugar. Nas quartas de final, o Timão enfrentou o Atlético Mineiro, quando ganhou a primeira partida por 2 a 1 e empatou a segunda em 0 a 0. Nas semifinais, o adversário foi o Bahia. O placar dos dois jogos foi o mesmo da etapa anterior e o Timão estava na final, algo que só tinha acontecido em 1976.

O adversário do Corinthians era o rival São Paulo, do técnico Telê Santana e já com muitos jogadores que fariam parte do time bi-campeão da Libertadores em 1992 e 1993. As duas partidas foram marcadas para o Morumbi, o estádio do Tricolor. Porém, já na primeira partida, o Alvinegro mostrou que ia ser difícil tirar a taça do Parque São Jorge. Wilson Mano marcou o único do jogo e deixou o Timão em vantagem.

O gol com narração de Osmar Santos

No dia 16 de dezembro, Corinthians e São Paulo entraram no gramado do Morumbi em busca do título. O Tricolor comemorava os 55 anos de fundação. Porém, o Timão estragou a festa de aniversário. Aos 9 do segundo tempo, Fabinho e Tupanzinho tabelaram, o primeiro tentou, mas foi travado pela defesa são-paulina. Mas Tupanzinho, de carrinho, no estilo 'raça corintiana', mandou a bola para o fundo das redes.

O Corinthians conseguiu segurar o 1 a 0 e conquistou o Brasileirão de 1990. O primeiro dos seis que o clube tem em sua coleção. E, até hoje, esse título é muito comemorado pela Fiel Torcida, pois é um marco de um período de grandes conquistas do clube.

Ficha Técnica

Corinthians 1 x 0 São Paulo

Local: Morumbi (São Paulo);
Juiz: Edmundo Lima Filho (SP);
Público Presente: 100.858 espectadores;

Gol: Tupãzinho 9 do 2º tempo;

Cartão Amarelo: Flávio, Márcio e Jacenir;

Expulsão: Bernardo e Wilson Mano 15 do 2º; 

CORINTHIANS: Ronaldo. Giba, Marcelo, Guinei e Jacenir; Márcio, Wilson Mano, Tupãzinho e Neto (Ezequiel); Fabinho e Mauro (Paulo Sérgio) - Técnico: Nelsinho Baptista.

SÃO PAULO: Zetti, Cafu, Antônio Carlos, Ivan e Leonardo; Flávio, Bernardo e Raí (Marcelo); Mário Tilico (Zé Teodoro), Eliel e Elivélton - Técnico: Telê Santana.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações