quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

O Galo campeão do gelo

A equipe encarando o frio europeu em 1950

Quando você escuta o hino do Atlético Mineiro, composto por Vicente Motta, há uma parte que deixa muitos curiosos, principalmente quem não conhece a história do Galo. "Nós somos campeões do gelo", cantado por toda a torcida nos jogos no Independência e no Mineirão não é, exatamente, um título com taça. E O Curioso do Futebol vai contar esta história.

Em 1950, o Atlético foi convidado a representar o futebol brasileiro em uma excursão na Europa, que passaria por Alemanha, Áustria, Bélgica, Luxemburgo e França. Seria a primeira vez que um clube mineiro iria jogar no Velho Continente. A imprensa de Minas Gerais criticava a excursão, temendo um fracasso do Galo nos jogos.

O delegação do Galo partiu então para a Europa no dia 23 de outubro. A equipe chegou no Velho Continente dois dias depois, após várias escalas do avião, onde faria sua estreia em 1º de novembro, contra o Munique 1860. Além da equipe alemã, uma das melhores do país naquele momento, o Atlético teria um inusitado adversário: a neve! Apesar de ainda estar no outono naquele período, o frio era rigoroso e registrava temperaturas de inverno.

Mas a estreia não poderia ser melhor para o Galo. Um 4 a 3 de encher os olhos dos presentes ao jogo em Munique. A segunda partida, contra o tradicional Hamburgo, em 4 de novembro, uma bela goleada de 4 a 0 e o Atlético já chamava a atenção dos jornalistas alemães. No terceiro jogo, veio o primeiro tropeço. Cansado, pois tinha jogado no dia anterior, o Galo foi derrotado pelo Werder Bremen por 3 a 1.

Membros da delegação atleticana brincando com a neve

No dia 12, o Atlético entrava em campo para enfrentar o Schalke 04 e conseguia mais uma vitória: 3 a 1. Quatro dias depois, o Galo viajou até Viena, na Áustria, para enfrentar o Rapid. Neste jogo, a equipe mineira sofreu sua segunda e última derrota na excursão, por 3 a 0. Na maioria dos jogos, a grama verde era 'camuflada' pelo branco da neve.

Em 20 de novembro, o Atlético voltava para a Alemanha para enfrentar o Saarbrückene o jogo terminou com vitória do Galo por 2 a 0. Dois dias depois, a equipe mineira foi até a Bélgica, encarar o Anderlecht. O placar final: vitória do Galo por 2 a 1.

Depois, vieram dois empates em 3 a 3: o primeiro contra Eintracht Braunschweig, em 26 de novembro, na última partida em terras germânicas. O segundo, em 5 de dezembro, em Luxemburgo, contra a seleção local.

A última partida foi na famosa capital francesa, Paris. O Atlético Mineiro enfrentou o Stade Français, no dia 7 de dezembro, e venceu por 2 a 1.No total, o Galo fez 10 jogos no Velho Continente em 37 dias, ganhando 6, empatando 2 e perdendo o mesmo número de jogos. A equipe mineira fez 24 gols e tomou 18.

O gelo tomava conta do gramado

Os atleticanos recebiam as notícias das vitórias com muito entusiasmo, pois era uma excursão pioneira e ninguém sabia o que esperar. Mas tomaram um susto quando as fotos começaram a chegar da Europa: como um time que nunca havia visto neve na vida poderia ganhar jogos com gramados todos brancos por causa da baixa temperatura? Isto só tornava o feito Galo ainda maior.

Na volta a Belo Horizonte, dia 18 de dezembro, os goleiros Kafunga e Mão de Onça; os defensores Afonso, Juca, Marcio Pulit, Moreno, Oswaldo e Vicente Pires; os meias Barbatana, Haroldo, Zé do Monte e Lauro; os atacantes Alvino, Lucas Murilinho, Nívio, Vaguinho, Vavá e Zezinho; e o treinador Ricardo Diaz foram recebidos com festa no Aeroporto da Pampulha. E ainda receberam o simbólico título de Campeões do Gelo, por ter feito uma excursão vitoriosa em campos cheios de neve.
←  Anterior Proxima  → Inicio

Um comentário:

  1. Salvo engano, o público alemão foi o mais receptivo. Quase todas as canchas lotadas.
    Quando o Rapid de Viena ganhou de nós, ali tava jogando Ernst Happel, que em 1983 foi o treinador do Hamburgo que enfrentou o Grêmio em Tóquio.
    Um gesto que destaco é o do Fluminense. Ele não só cedeu uma intérprete ao Galo, como estendeu uma faixa parabenizando-o na volta.

    ResponderExcluir

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações