sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Portuguesa 8 x 0 Santos - 60 anos do 'baile' da Lusa no Peixe

Manga observa o chute de Ipojucan indo para as redes no segundo da Lusa

Nesta sexta-feira 13, de novembro de 2015, está completando 60 anos de um dos jogos mais memoráveis da história do Pacaembu e que até hoje é lembrado com carinho pelos torcedores da Portuguesa de Desportos: a goleada de 8 a 0 sobre o Santos em jogo válido pelo Campeonato Paulista de 1955.

Santos e Portuguesa estavam em situações diferentes naquele Paulistão. O Peixe, que fazia a sua 17º partida na competição, liderava o certame com 28 pontos, 50 gols marcados e 20 sofridos. Além de buscar o segundo título paulista de sua história, o Alvinegro Praiano já contava com Zito e Pepe, jogadores que fariam parte do grande escrete santista da década de 60, um dos melhores times de todos os tempos.

Já a Portuguesa até que não fazia uma campanha tão ruim, mas já estava longe do adversário. A Lusa tinha feito, até então, 18 pontos em 18 jogos, com 36 gols marcados e 34 sofridos. A equipe era boa, mas para a partida contra o Santos contava com alguns desfalques. Porém, grandes jogadores, como o goleiro Cabeção e Brandãozinho, estavam presentes.

Lance do quarto gol da partida

Quem esperava o domínio do líder da competição, estava enganado. Até os 30 minutos inciais, o que se via no campo do Pacaembu era um jogo equilibrado. Daí para frente, só deu Portuguesa. Edmur, Ipojucan, Airton e Zé Amaro fizeram 4 a 0 ainda no primeiro tempo.

O segundo tempo iniciou e o Santos não esboçou reação alguma. Pelo contrário:  Lierte marcou duas vezes e deixou a Lusa ganhando por 6 a 0. A torcida da Portuguesa comemorava. Já os jogadores santistas, atônitos, não sabiam o que fazer.

Era incrível a superioridade lusitana em cima do líder do campeonato. Lierte, sempre ele, foi derrubado na área. Pênalti! Brandãozinho, líder daquele elenco lusitano, assumiu a responsabilidade, bateu com categoria e fez 7 a 0.

E não parou, pois houve tempo para mais um. Aos 29 minutos, Edmur recebeu passe de Ipojucan e deu números finais à partida: Portuguesa 8 a 0. A Lusa ainda teve outras chances para ampliar, mas não soube aproveitá-las.

Cabeção defende lance em um dos poucos ataques do Santos

Mesmo com a goleada, a Lusa não reagiu na competição, como se esperava. Ao final do campeonato, a Portuguesa terminou em quinto, com 29 pontos, seis atrás do Palmeiras, o quarto, e onze atrás do campeão.

Já o Santos chegou a ficar abalado com o resultado. Perdeu alguns pontos ao longo da competição. A torcida do Peixe já estava com a sensação de que perderia mais um título (desde sua fundação, fora em 1935, o Santos chegou muito próximo de conquistar o Paulistão em diversas oportunidades, mas, por diversos motivos, sempre deixou escapar a taça no final). Porém, a equipe conseguiu reagir e, depois de 20 anos, conquistou o Campeonato Paulista.

Ficha Técnica

Portuguesa 8 x 0 Santos

Data: 13 de novembro de 1955
Local: Estádio Pacaembu, em São Paulo.
Renda: Cr$ 414.090,00
Árbitro: Mário Vianna

Gols: Edmur [2], Lierte [2], Ipojucan, Aírton, Zé Amaro e Brandãozinho.

Portuguesa: Cabeção; Nena e Hermínio; Djalma Santos, Brandãozinho e Zinho; Lierte, Ipojucan, Aírton, Zé Amaro e Edmur - Técnico: Délio Neves.

Santos: Manga; Hélvio e Ivan; Ramiro, Formiga e Zito; Alfredinho, Negri, Del Vecchio, Vasconcelos e Pepe - Técnico: Lula.

* Com informações da página Associação Portuguesa de Lembranças no Facebook.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações