sábado, 28 de novembro de 2015

Feminino Sub-20 - Brasil goleia e se classifica com melhor campanha

Brasil passou pelo Peru e garantiu o primeiro lugar no Grupo A

A primeira fase do Campeonato Sulamericano Feminino Sub-20 foi encerrada hoje com dois jogos na Vila Belmiro, em Santos. Na primeira partida, o Paraguai, que tinha remotas chances de classificação, foi derrotado pelo Chile por 4 a 2. No segundo jogo, o Brasil goleou o Peru por 4 a 0, garantiu o primeiro lugar do Grupo A e, de quebra, chega ao quadrangular decisivo com a melhor campanha de toda a competição.

Paraguai e Chile entraram no gramado do Estádio Urbano Caldeira com pensamentos diferentes para a partida. As paraguaias tinha uma remotíssima chance de classificação. Teriam que ganhar o seu jogo, torcer para uma derrota do Brasil e ainda descontar quatro gols de saldo. Já as chilenas, sem chances de classificação, queriam se despedir do Sulamericano de maneira digna.

Porém, nos primeiros minutos de partida parecia que quem tinha a chance de classificação era o Chile e esta foi a tônica do jogo. A equipe vermelha partiu para cima das paraguaias e abriu o placar aos 10 minutos. Em escanteio cobrado pela direita, a bola desviou na zaga da Albirroja e enganou a goleira Natasha Martinez. Chile 1 a 0.

Jogadora paraguaia tenta passar pela chilena

Depois do gol tomado, o Paraguai deu uma acordada e resolveu jogar um pouco, empatando a partida três minutos depois. Em bola alçada na área, a defesa chilena falha feio e Amara Safuán aproveitou: tudo igual na Vila Belmiro.

Porém, o gol não deu o ânimo que as paraguaias precisavam e a equipe chilena continuava mandando no jogo. Após algumas chances de gols perdidas, o placar foi mexido aos 25 minutos. Katya Ponce recebeu um bom passe dentro da área e finalizou com perfeição, fazendo 2 a 1 para o Chile.

E o Chile continuou mandando no jogo, ampliando o marcador ainda no primeiro tempo. Aos 39 minutos, Paulina Lara fica cara a cara com a goleira Natasha Martinez e, com um leve toque, amplia a contagem: 3 a 1 e foi assim que a primeira etapa terminou.

Disputa de bola

Nos 45 minutos finais, a partida esfriou, mas o Chile continuou dominando as ações. Já o Paraguai, abatido com a eminente desclassificação, esboçou pouca reação. As chilenas ampliaram o placar aos 21 minutos. Paulina Lara, que foi a artilheira da equipe na competição, mas só foi titular na última partida, recebeu sozinha na área e não perdoou: Chile 4 a 1.

Mas, ao menos, o Paraguai pôde se despedir de Santos e da competição com mais um gol. Novamente em bola alçada na área chilena, aos 44 minutos, Lice Chamorro desviou a bola com a coxa e balançou as redes, dando números finais à partida: Chile 4, Paraguai 2.

No intervalo entre as duas partidas, aquele bate-papo sempre interessante com o sempre presente Luiz Santos, a assessora de imprensa do Paraguai, Yéssica Tilleria, que estava triste pela derrota da Albirroja, o repórter de campo da TV Brasil, Lincoln Chaves, e o fotógrafo da Seleção Brasileira, Rafael Ribeiro.

Seleção Brasileira

Na segunda partida da noite, o Brasil, que com o resultado anterior já estava classificado, entrou em campo para enfrentar o Peru, pior equipe do grupo. Sabendo da situação, o técnico brasileiro Doriva Bueno resolveu poupar algumas titulares para o quadrangular decisivo.

A partida, que estava marcada para começar às 19h10, teve um atraso de 30 minutos. As goleiras de ambas as equipes estavam com a camisa da mesma cor, cinza. Como o Brasil era o mandante do jogo, era obrigação do Peru trocar o uniforme. Mas havia um problema: os peruanos só tinham levado ao estádio camisas de goleira cinza. Em resumo, um membro da Federação Peruana teve que ir até o hotel onde a delegação está hospedada para pegar um uniforme vinho.

A equipe peruana

Logo no início, o Brasil mostrou que queria buscar o primeiro lugar do Grupo A. As jogadores pressionaram o time peruano e o primeiro gol até demorou a sair se for levado em conta o volume de jogo imposto pelas brasileiras. Aos 18 minutos, a centroavante brasileira Kélen dominou a bola a meia altura e acertou um lindo chute. A 'redonda' ainda bateu no travessão antes de balançar as redes. Golaço e 1 a 0 no placar.

A pressão brasileira continuou forte para cima das peruanas, que poucas vezes passaram do meio de campo no primeiro tempo. Aos 24 minutos, pênalti para o Brasil. Marjorie se apresenta para a cobrança, mas bate fraco, facilitando a defesa da goleira Maryory Sanchez.

Pênalti perdido pelo Brasil

Alguns torcedores esboçaram um xingamento, mas quatro minutos depois, o grito foi de gol. Jennifer recebeu a bola na intermediária, saiu da marcação, mesmo sendo puxada pela camisa, e, na entrada da área, fuzilou no canto direito da goleira peruana. Brasil 2 a 0. Após o segundo tento, as brasileiras ainda continuaram pressionando o time do Peru, mas o placar foi inalterado até o fim da primeira etapa.

Relaxadas por estarem garantindo o primeiro lugar do Grupo A, as brasileiras se soltaram e fizeram um jogo bonito no segundo tempo, com direito a belos lances. Aos 12 minutos, o Brasil ampliou em uma bela jogada. Kélen deu um lindo drible da vaca na defensora peruana e tocou para Geyse fazer 3 a 0.

Geyse (21) fez dois gols

O Brasil continuou jogando bem e fez o quarto aos 25 minutos. Geyse chutou forte de fora da área, a goleira Maryory Sanchez ainda tocou na bola, mas não evitou o gol brasileiro. A Seleção Canarinho ainda tentou ampliar a contagem até o fim da partida, mas o placar ficou mesmo no 4 a 0 para o Brasil.

Neste sábado não haverá jogos da competição e o quadrangular decisivo começa a ser disputado neste domingo. Às 17 horas, a Argentina encara a Venezuela. Já o Brasil enfrenta, às 19h10, com transmissão ao vivo da TV Brasil, a Colômbia. Ambas as partidas serão na Vila Belmiro.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações