quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Dois grandes jogos pelo Sulamericano Feminino Sub-20. Paraguai e Brasil vencem

Brasil e Venezuela fizeram um jogo disputado

Quem foi ao Estádio Ulrico Mursa, o campo da Portuguesa Santista, nesta quinta-feira, dia 19, para acompanhar a segunda rodada dupla do Campeonato Sulamericano Feminino Sub-20 não se arrependeu. Os torcedores foram premiados com duas grandes partidas, as primeiras do Grupo A. Na abertura da rodada, o Paraguai venceu o Peru por 3 a 2, de virada. Já no jogo de fundo, o Brasil estreou bem ao derrotar a boa equipe da Venezuela por 2 a 1, com o gol da vitória saindo nos acréscimos e de pênalti.

O sol forte não abandonou a cidade de Santos nesta quinta-feira, mesmo sendo menos intenso do que no dia anterior, o calor fazia com que a hidratação deveria ser constante. Mas isto não diminuiu o ímpeto das equipes paraguaias e peruanas, que fizeram uma partida bastante disputada.

Peru e Paraguai antes do início da partida

O Peru começou contudo e não deixava a Albirroja passarem do meio de campo. A pressão foi tão grande que as peruanas abriram o placar aos 13 minutos, em uma falha paraguaia. Angie Campos cobrou uma falta da intermediária, que encobriu a goleira Vanessa da Veiga, que estava mal colocada. Peru 1 a 0.

O Paraguai não teve nem tempo de respirar e logo tomou o segundo gol. Em bela trama pela esquerda, Carmen Campos saiu sozinha na cara da goleira e ampliou para as peruanas. No placar, 2 a 0 para o Peru e parecia que poderia ampliar ainda mais.

As peruanas saíram na frente, mas tomaram a virada

Porém, quem acreditava que a equipe Albirroja iria desistir da partida, estava enganado. A reação começou aos 29 minutos, mas de forma inusitada. Em falta para o Paraguai, a bola foi alçada na área e a atacante peruana Scarleth Lozano, que havia recuado para ajudar na marcação, desviou a bola contra o próprio patrimônio. O placar marcava 2 a 1 para o Peru.

O Paraguai foi para cima, tentando o empate. E a pressão funcionou! Cinco minutos depois, em falta cobrada pela pela esquerda, a centroavante Jessica Martinez subiu mais do que todo mundo, cabeceou forte e fez a rede balançar. Peru 2, Paraguai 2. E assim a partida foi para o intervalo.

A seleção Albirroja

O segundo tempo foi de domínio paraguaio. A seleção peruana sentiu o forte calor e pouco fez nos 45 minutos finais. A Albirroja teve, ao menos, três chances para virar o marcador. Mas a insistência deu resultado e ao 40, Fanny Godoy ajeitou a bola de fora da área e chutou colocado, no ângulo, sem chances para a goleira Mariory Panibra.

Antes do apito final, a jogadora peruana Alison Altamirano passou mal em campo, chegando até a desmaiar e a partida terminou com os médicos atendendo a atleta, que passa bem. E a vitória foi da Seleção Paraguaia que, assim como fez no Torneio Internacional Sub-17, realizado no meio do ano, tem um belo trabalho de divulgação no Facebook, com fotos postadas durante a partida.

Jogadora peruana tenta passar pela marcação paraguaia

O jogo de fundo era a estreia do Brasil. Por isso, o interesse era maior. A TV Brasil transmitiu o jogo ao vivo e o público, ainda que pequeno, cresceu muito em relação à primeira partida. Porém, a vitória da Seleção Canarinho não era barbada como muitos pensavam, pois o adversário seria a boa equipe da Venezuela, que tem como base o time campeão sulamericano sub-17 de 2014 e entrou em campo cantando.

A partida começou com as brasileiras pressionando, com a maioria das jogadas sendo feitas pela atacante Jennifer. Apesar de quase sempre ganhar das defensoras venezuelanas, a camisa 20 da seleção pecava nas finalizações. Ela teve, pelo menos, três chances claras de marcar ainda na primeira etapa.

Entrada de Brasil e Venezuela

Além de Jennifer, outro destaque do Brasil era a meia Gabi, que chegou a acertar o travessão da goleira Franyely, aos 38 minutos. A seleção canarinho pressionou até o último minuto da primeira etapa, que terminou 0 a 0.

O segundo tempo começou da mesma foram que foi o primeiro: o Brasil pressionando. Mas, ao contrário dos 45 minutos iniciais, a rede balançou. Jennifer ganhou na força da defensora venezuelana, invadiu a área e fuzilou, acertando a bola no ângulo: 1 a 0 para as brasileiras.

Seleção Brasileira

O gol acordou as venezuelanas, que finalmente mostraram o porque são consideradas uma das melhores equipes da competição. O jogo ficou equilibrado, com muita disputa no meio de campo. Porém, aos 23 minutos, a defesa brasileira falhou e Yenifer, esperta, não perdoou: Brasil 1, Venezuela 1.

Com o empate, a partida ficou mais aberta, sendo que o Brasil tinha mais posse de bola, mas a Venezuela assustava quando chegava ao ataque. As brasileiras tiveram, ao menos, duas chances claras de gol e as venezuelanas uma. Qualquer uma das duas equipes poderiam marcar.

As venezuelanas, que entraram em campo cantando

A partida entrou nos acréscimos e os presentes no estádio já estavam até aceitando o empate quando Jennifer entrou na área e foi derrubada por uma defensora venezuelana. Pênalti que a meia Gabi cobrou com perfeição: Brasil 2 a 1.

Mas as emoções da partida não pararam por aí. No último lance, a Venezuela foi para o tudo ou nada, tentando o empate, e acertou o pé da trave direita da goleira Carla. A torcida brasileira, em um misto de felicidade e alívio comemorou a vitória e os dois grandes jogos do dia acabou sendo um presente para a Portuguesa Santista, que nesta sexta-feira, dia 20, comemora 98 anos de fundação.

Gol de pênalti que deu a vitória ao Brasil

Amanhã, dia 20, as partidas do Sulamericano Feminino Sub-20 estão marcadas para a Vila Belmiro. Às 16 horas, o Uruguai, que venceu na estreia, enfrenta a Bolívia, que busca a reabilitação. Já às 18h10, a Colômbia, que faz sua estreia na competição, tem pela frente as equatorianas, que perderam a primeira partida. Quem puder ir, não deixe de comparecer!
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações