quinta-feira, 3 de setembro de 2015

O gol Artístico e um aviso para a Seleção Brasileira

Derrota para o Combinado da Úmbria foi um prenúncio

Amistosos antes de uma Copa do Mundo é muito comum. E, normalmente, há dois tipos de escolha para os adversários para estes amistosos: um 'rival' que jogue de forma semelhante ao que você vai enfrentar na maior competição de futebol do mundo ou um time muito mais fraco, para que sua equipe ganhe confiança.

E foi no segundo tipo que a Comissão Técnica da Seleção Brasileira que iria disputar a Copa do Mundo de 1990, na Itália, liderada por Sebastião Lazaroni, pensou. E o escolhido foi o Combinado da Úmbria, formado por jogadores Perugia, Gubbio e Ternana. Só para ter uma ideia do nível, nenhum dos clubes disputava, na época, a Série A do Calcio.

Taffarel durante a partida

Este era o quarto jogo da Seleção nos preparativos para a Copa depois da convocação final. Ainda em território nacional, o Brasil ganhou da Bulgária por 2 a 1, no dia 5 de maio, em Campinas, e empatou, oito dias depois, com a Alemanha Oriental 3 a 3, no Maracanã. Já na Europa, o Brasil enfrentou no dia 19 de maio a Seleção de Madrid, no Vicente Calderón, e venceu por 1 a 0.

A partida contra o Combinado da Úmbria foi marcada para o dia 28 de maio daquele ano, no Estádio Libero Liberati, em Terni, cidade italiana da região da Umbria. A verdade é que a Seleção Brasileira encarou a partida como um treino, tanto que não usou o uniforme oficial, utilizando a vestimenta de treinamento. Porém, isso não aconteceu com os adversários.

Mesmo com a presença de grandes nomes, entre eles, Taffarel, Mozer, Ricardo Gomes, Dunga, Alemão, Muller e Careca, o time comandado pelo contestado Sebastião Lazaroni perdeu por 1 a 0. O gol solitário da partida foi marcado pelo atacante Edoardo Artistico, que na época defendia o Perugia.

Artístico, autor do único gol do jogo

Depois de tomar o gol, que saiu ainda no primeiro tempo, o Brasil perdeu diversos gols. E a partida ficou marcada dois motivos: ela marcou a volta de Romário aos gramados depois da fratura na tíbia e perônio jogando pelo PSV e, pasmem, é até hoje a única derrota da Seleção Brasileira em jogos de preparação pré-Copa.

"Sinceramente, não sabia que a única derrota do Brasil antes de uma Copa do Mundo foi graças ao gol que marquei naquela partida em 1990. Tenho lembranças daquele jogo que fizemos. Foi um jogo-treino e particularmente me lembro de ter sido marcado pelo Ricardo Rocha. No ataque, o Brasil ainda contava com o Muller. Sem dúvida aquilo representou bastante para a gente e foi uma grande jornada daquele time", declarou Edoardo Artístico, em uma entrevista ao Lance.

O resultado daquela partida foi uma espécie de anúncio de tragédia. Depois de vitórias magras contra Suécia (2 a 1), Costa Rica e Escócia (ambas por 1 a 0), o Brasil foi eliminado nas oitavas de final pela Argentina, com gol de Caniggia.

Melhores momentos da partida

Ficha Técnica

Combinado da Úmbria 1 x 0 Brasil

Data: 28 de maio de 1990
Local: Stadio Libero Liberati
Cidade: Terni (Itália)
Árbitro: Sandro Cumpeletti (Itália)
Gol: Edoardo Artístico (Combinado da Úmbria) - 5 minutos do primeiro tempo.

Combinado da Úmbria: Graziano Vinti (Gianluca Riommi); Silvestro Rossi, Simone Altobelli e Giulio Forte (Cesare Capelli); Arcangelo Sciannimanico (Mirko Taccola), Alessio Del Piano, Giovanni Battista Luiu, Roberto Borrello (Luca Di Matteo) e Carlo Valentino; Edoardo Artistico (Luca Giunchi) e Vittorio Cozzella (Giorgio Eritreo) - Técnico: Claudio Tobia.

Brasil: Taffarel; Mozer, Mauro Galvão e Ricardo Gomes (Ricardo Rocha); Jorginho, Dunga (Silas), Alemão, Valdo (Bismarck) e Branco (Mazinho); Müller (Bebeto) e Careca (Romário) - Técnico: Sebastião Lazaroni.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações