segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Jabaquara 1 x 2 São Carlos - Derrota deixa Jabuca longe do acesso

Jogo bem disputado na tarde desta segunda-feira

Uma partida realizada na tarde de segunda-feira não é muito comum, ainda mais quando não é feriado. Porém, o embate entre Jabaquara e São Carlos, válido pela quarta rodada da segunda fase do Campeonato Paulista da Segunda Divisão, a popular Bezinha, que estava marcado para ontem (domingo) pela manhã, foi disputado às 15 horas de hoje devido às condições do gramado do Estádio Espanha, em Santos, por causa das fortes chuvas que atingiram a região durante o fim de semana.

Não foi só o dia da partida que foi mudado. O local também. A avaliação do árbitro Márcio Roberto Soares era a de que nem no dia seguinte, o Estádio Espanha teria condições. Em conversa com dirigentes dos dois clubes e representantes da Federação Paulista de Futebol, o jogo foi remarcado para o Estádio Ulrico Mursa, o campo da Portuguesa Santista. Como a chuva deu uma maneirada, apesar do templo nublado, a bola rolou e Jabuca e Sanca fizeram uma boa partida.

Para uma segunda-feira à tarde, a presença do público foi surpreendente. Os jabaquarenses estavam lá, apoiando o Leão da Caneleira no estádio do rival. Também havia presença de torcedores do São Carlos, com o reforço de 'adeptos' da Portuguesa Santista. Mas o por que disso? A Sancaloucos, organizada do time do interior, e a Força Rubro Verde, da Briosa, são aliadas e, por isso, estavam juntas na arquibancada.

No início, São Carlos teve domínio das jogadas 

Também vale citar as presenças dos amigos Rogério Passos, Walter Dias, Pepe Varela, Emerson Ortunho (que mora em São Paulo e chegou a ir para o Estádio Espanha, achando que a partida seria lá), Manoel Ruas, Carlos Alberto e Nelson Dias Junior, além dos ex-jogadores Gilberto Costa, Balu e Serginho Chulapa.

Agora vamos para o jogo. Mesmo jogando fora de sua cidade, quem começou dominando a partida foi o São Carlos, criando várias chances logo de cara. Com esse ímpeto, não demorou muito para a equipe do interior chegar ao primeiro tento. Aos 13, Mário cobrou escanteio e Elton aproveitou rebote na área. 1 a 0.

Jogada pela lateral da equipe do interior 

O Jabaquara estava dormindo em campo e, praticamente, assistia às investidas do São Carlos, que quase ampliou aos 26. Sempre com Mário Augusto, o jogador encontrou Vecchio, que cruzou para Elton cabecear. A bola passou rente ao travessão.

A partir dos 30 minutos, o Jabaquara acordou. Eric invadiu a área, em uma bela jogada, e cruzou. Ninguém apareceu para completar. Com o jogo mais equilibrado, o time santista encontrou espaços para atacar. Aos 38 minutos, o goleiro Tom precisou defendeu chute forte e no rebote William Dias mandou para escanteio. Na cobrança, Gilmar cabeceou e Ivan salvou em cima da linha o que seria o gol de empate do Jabuca.

O goleiro Thiago cobrando falta no final da partida 

Como o Jabaquara terminou o primeiro tempo melhor do que iniciou, a torcida teve esperanças de que a segunda etapa seria melhor. Mas logo aos dois minutos, veio uma ducha de água fria. William Dias cruzou para Matheus Mendes, que cabeceou para a defesa de Thiago. No rebote, Gregore só completou para o gol: 2 a 0. O placar fez o Jabaquara ir para cima da Águia, que se segurou como pôde.

Aos 19 minutos, Eric foi lançado na área e perdeu chance incrível para o Jabaquara. No minuto seguinte, novamente Eric tocou por cima de Tom e o zagueiro Lucas Cezane colocou a mão na bola. Pênalti e cartão vermelho para o jogador do São Carlos. Eric foi para a cobrança de diminuiu para o time santista.

Com um jogador a menos, a equipe do interior se complicou em campo. Mas aí apareceu o goleiro Tom, que operou milagres. Aos 24, Gilmar recebeu na grande área e o camisa 1 fez linda defesa. Aos 44, o goleiro Thiago cobrou uma bela falta na entrada da área e novamente Tom defendeu, no cantinho, garantindo a vitória do São Carlos por 2 a 1.

Gol de pênalti do Jabaquara 

Com o resultado, o São Carlos disparou na liderança do Grupo 5, agora com 12 pontos, sete a mais que o Taboão da Serra, terceiro e primeiro fora do G2 – grupo que ficará com o acesso á Série A3 de 2016. A equipe enfrenta agora o Olímpia, no próximo domingo, dia 20, no Estádio Luisão, em São Carlos.

O Jabaquara ficou com dois pontos e em quinto lugar no Grupo 5 e agora volta a campo no próximo domingo para enfrentar o Assisense, às 10 horas, no Estádio Tonicão, em Assis.

Ficha Técnica

Jabaquara 1 x 2 São Carlos

Data: 14 de setembro de 2015.
Local: Estádio Ulrico Mursa - Santos. 
Árbitro: Márcio Roberto Soares. 
Assistentes: Fausto Augusto Viana Moretti e João Edilson de Andrade. 

Jabaquara: Thiago Costa; Murilo, Gilmar, Weslen Miranda e Souza; Caique (Márcio), Leonardo (Deivid), Alex Tanque e Eric; Pedro e Esquerda (Avatar) - Técnico: Axel.

São Carlos: Tom; Ivan, Lucas Cezane, Matheus Mendes e Matheus Augusto; Renan Balbi, Alexandre Vecchio (Guilherme Vicente), Gregore (Bruninho) e Mário Augusto (João Carlos); Elton e William Dias - Técnico: Rafael Guanaes.

Gols: Elton 13' 1T, Gregore 2' 2T (São Carlos) e Eric 21' 2T (Jabaquara).

Cartões Amarelos: Jabaquara: Pedro, Leonardo, Avatar, Márcio - São Carlos: Lucas Cezane, Tom.

Cartão Vermelho: São Carlos: Lucas Cezane.

* Com informações Diego Dantas e Futebol Interior. Fotos de Diego Dantas.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações