terça-feira, 11 de agosto de 2015

Suécia 6 x 2 Estônia - o primeiro jogo de Eliminatórias da Copa do Mundo

O time sueco na Eliminatórias na Copa de 1934

A primeira Copa do Mundo, realizada em 1930 no Uruguai, foi disputada apenas por seleções convidadas. Apesar desta particularidade, o torneio foi considerado um sucesso e a FIFA marcou a edição seguinte para 1934, na Itália.

Para a fase final da competição estavam previstas 16 vagas. Porém, 32 seleções de três continentes (América, Europa e África) se inscreveram para a competição e a FIFA foi obrigada a organizar as primeiras Eliminatórias para o Mundial de futebol.

Ao contrário de como é feito atualmente, onde não há jogo válido pelas Eliminatórias no mesmo ano da Copa do Mundo, a maioria dos jogos do classificatório para o Mundial de 1934 foi realizado no mesmo ano. Porém, algumas partidas aconteceram em 1933.

Os grupos foram formados, na maior parte, pela proximidade dos países. Por exemplo, Portugal e Espanha se enfrentaram no Grupo 2. O Grupo 1 contava com três equipes: Suécia, Estônia e Lituânia, sendo que nenhuma delas estiveram no Uruguai, em 1930. Seria desse grupo o primeiro jogo da história válido pelas Eliminatórias.

Foi o destino que definiu que suecos e estonianos, povos com um histórico de conflitos no passado, se enfrentassem na primeira partida da história das Eliminatórias, no dia 11 de junho de 1933, no Estádio Olímpico de Estocolmo, capital da Suécia.

Partida foi realizada no Estádio Olímpico de Estocolmo

Quando os dois países se enfrentaram em campo pela primeira vez, mais de dois séculos já haviam transcorrido desde que a Suécia perdera o controle da Estônia para o Império Russo. Os estonianos haviam começado no mundo do futebol em 1920 e tido a sua participação mais importante no Torneio Olímpico de 1924, sendo derrotados pelos Estados Unidos na única partida que disputaram. Bernhard Rein era, naquele momento, apenas o segundo treinador de origem estoniana a dirigir a seleção do país.

A Suécia, por sua vez, chegava com maior tradição. Havia participado do Torneio Olímpico de 1908 e organizado o de 1912. Em 1924, tinha ficado com a medalha de bronze. No ano de 1930, começara a participar de competições regionais com outros países escandinavos. Depois de não ser convidada para o Mundial disputado no Uruguai, decidiu disputar as eliminatórias para a Itália 1934.

A história conta que o atacante Knut Kroon foi o autor do primeiro gol das eliminatórias. Por outro lado, vale destacar que aquele tento gerou a primeira contradição estatística do torneio, já que alguns veículos de imprensa da época afirmaram que ele teria sido obra do goleiro e capitão estoniano Evald Tipner.

Independentemente do autor, o gol foi um balde de água fria para a seleção visitante e animou os suecos, que antes dos 15 minutos já venciam por 3 a 0 graças a Lennart Bunke e Bertil Ericsson. Torsten Bunke, irmão de Lennart, anotou o quarto antes do intervalo.

Em um dia de muito calor, gols de Leonhard Kaas e Richard Kuremaa recolocaram os estonianos no jogo. Porém, mais um tento de Bertil e outro de Sven Andersson fecharam o placar de 6 a 2 para alegria dos mais de oito mil espectadores presentes.

Na Copa, a Suécia enfrentou a Argentina

Graças ao triunfo sobre a Estônia, a Suécia precisaria de apenas um empate na Lituânia para garantir um lugar na Itália 1934. A partida foi disputada em 29 de junho na cidade de Kaunas diante de seis mil torcedores, mas o ambiente não afetou os suecos, que venceram por 2 a 0. O resultado, com gols de Knut Hansson, assegurou o primeiro lugar do grupo e a presença na segunda edição da Copa do Mundo da FIFA. Como os dois países já estavam desclassificados, a partida entre Estônia e Lituânia foi cancelada.

No Mundial, a Suécia causou uma das grandes surpresas da primeira fase ao derrotar por 3 a 2 a Argentina, vice-campeã quatro anos antes. Naquele dia, o gol da vitória foi marcado por Kroon, que escreveu o nome em outra página importante da história do futebol sueco. O sonho dos escandinavos acabou nas quartas de final, quando foram derrotados pela Alemanha por 2 a 1.

Ficha Técnica

Suécia 6 x 2 Estônia

11 de junho de 1933 - Estádio Olímpico de Estocolmo

Gols: Knut Kroon (SWE) 7/1ºT, Lennart Bunke (SWE) 10/1ºT’, Bertil Ericsson (SWE) 13/1ºT, Torsten Bunke (SWE) 43/1ºT, Leonhard Kaas (EST) 2/2ºT, Richard Kuremaa (EST) 16/2ºT, Bertil Ericsson (SWE) 25/2ºT, Sven Andersson (SWE, pên) 34/2ºT.

Suécia: Gösta Krusberg, Otto Andersson, Sven Andersson, Walfrid Persson, Harry Johansson, Ernst Andersson, Gunnar Olsson, Torsten Bunke, Bertil Ericsson, Lennart Bunke e Knut Kroon. Técnico: John Petterson.

Estônia: Evald Tipner, Eugen Einman, Artur Neumann Tarmiäe, Otto Reinfeldt Reinlo, Karl-Rudolf Silberg-Sillak, Egon Parbo, Georg Siimenson, Richard Kuremaa, Leonhard Kaas, Heinrich Uukkivi e Friedrich Karm. Técnico: Bernhard Rein.

* Fonte: Fifa.com
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações