sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Neto no Matsubara

Com o zagueiro Cristiano Pinheiro

Em 1995, o Matsubara, clube que iniciou no futebol profissional na cidade de Cambará, no Paraná, investiu para que a agremiação crescesse. Primeiramente, mudou de sede, deixando Cambará para ir para Londrina, município bem maior. A segunda, reforçou seu elenco para a disputa do campeonato estadual daquele ano.

Entre os reforços, estava o meia Neto. Ídolo da torcida do Corinthians, o jogador vinha de um 1994 em baixa, com fracas passagens pelo Atlético Mineiro e Santos. Até por isso, Neto, que já tinha feito a façanha de ter jogado nos quatro grandes paulistas, topou a aventura em terras paranaenses.

Ele foi recebido com festa no aeroporto de Londrina. Era a esperança do Matsubara para brigar com os três grandes do estado, Coritiba, Atlético e Paraná. E o jogador já chegou querendo impor respeito, inclusive com suas polêmicas declarações.

Neto é o quarto agachado

Tanto o jogador como o clube não foram mal na competição. O meia fez 10 gols e ajudou o Matsubura a ser o terceiro colocado no Paranaense. Porém, as contusões atrapalharam a continuação de Neto no clube paranaense e, no meio do ano, ele voltou para o Guarani.

Apesar do bom campeonato, financeiramente o ano não foi bom para o Matsubara. A mudança para Londrina não teve êxito. Os públicos era pequenos, menores até que nos jogos em Cambará, o que complicou as condições da agremiação.

Depois de 1995, o clube entrou em queda e, atualmente, encontra-se em licenciado das competições de futebol.

Reportagem sobre a passagem de Neto pelo Matsubara
(há um erro no final da reportagem, ele não encerrou
a carreira depois da passagem pelo clube)
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações