sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Briosa x Jabuca - confira retrospecto do clássico

Jogo realizado em junho deste ano

Neste domingo, Portuguesa Santista e Jabaquara fazem o clássico das colônias de Santos. Apesar de o jogo ser apenas para cumprir tabela, já que a Briosa não tem mais chances de classificação e o Jabuca está garantido na próxima fase com o segundo lugar do Grupo 3 do Paulista da Segunda Divisão, a Bezinha, esta será 197ª vez que as duas equipes se enfrentarão em um dos confrontos mais tradicionais do futebol paulista.

O clássico foi realizado 196 vezes, com 81 vitórias da Portuguesa Santista, 60 do Jabaquara e 55 empates. O clube da colônia lusitana fez 361 gols, contra 293 da equipe dos espanhóis. Grandes jogadores já estiveram em campo no clássico, como Tim, Argemiro, Samarone e Gylmar. Vale ressaltar que os lusitanos fundaram a Associação Atlética Portuguesa em 1917 ao assistirem a um treino do Hespanha, iniciando uma 'rivalidade' da Península Ibérica em plena Santos da década de 10.

O primeiro confronto foi em 6 de julho de 1919, quando o Hespanha, nome do Jabaquara na época, venceu por 1 a 0. O primeiro empate aconteceu em 14 de agosto de 1921, quando a partida terminou em 1 a 1. A primeira vitória da Briosa foi em 21 de abril de 1923, com o placar de 3 a 0.

Já o primeiro jogo válido por um Campeonato Paulista foi em 19 de maio de 1929, no Estádio Ulrico Mursa, quando as duas equipes empataram em 1 a 1. No segundo turno, vitória do Hespanha por 4 a 1, no campo da Vila Macuco, em 13 de outubro. Em 1944, veio a maior goleada do Jabaquara no confronto: 6 a 1 em 24 de setembro. Já a maior goleada da Briosa veio em 1969: um 8 a 0.

Clássico em 1936

O último jogo válido pela divisão principal do Paulistão foi em 2 de julho de 1961, quando o Jabaquara, que era o mandante mesmo com o jogo realizado em Ulrico Mursa, venceu a Briosa por 3 a 1. Neste campeonato, a Portuguesa Santista foi rebaixada e voltaria ao Paulistão em 1965. Já o Jabuca foi rebaixado em 1963 e nunca mais disputou o principal certame do estado. Nas quatro divisões estaduais, o clássico só não aconteceu até hoje na Série A3.

Já o último jogo entre as duas equipes foi em 14 de junho deste ano, no primeiro turno do Grupo 3 da Bezinha, Jabaquara e Portuguesa empataram em 0 a 0, apesar do domínio da Briosa, em jogo realizado no Estádio Espanha.

Mas o clássico já teve uma decisão, no mínimo, curiosa. Em 26 de janeiro de 1996, aniversário da cidade, Portuguesa Santista e Jabaquara jogavam pela Taça Cidade de Santos na Vila Belmiro. A partida era preliminar de Santos e Grêmio, válida pelo Torneio de Verão, competição organizada pelo SBT. Briosa e Jabuca empataram em 1 a 1 e a decisão da taça foi para os pênaltis.

Após cinco penalidades para cada equipe e nenhuma perdida, a definição do resultado foi para a moedinha, o famoso cara e coroa, e o Jabaquara venceu. A organização do Torneio de Verão ficou com medo de a decisão por pênaltis demorar e atrasar o jogo de fundo, que teria transmissão ao vivo pela rede de televisão de Sílvio Santos.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações