sexta-feira, 12 de junho de 2015

Um ano de Copa - Chegou o grande dia

Com croatas no Metrô

* por Victor de Andrade

Quinta-feira, 12 de junho de 2014. Havia chegado o dia da abertura da Copa do Mundo de 2014, a Copa no Brasil, a ‘Copa das Copas’. Eu estava muito ansioso, pois até três dias antes eu não sabia que iria ao jogo de abertura, Brasil e Croácia. Consegui comprar os ingressos na segunda-feira anterior, pelo site da Fifa. Tive muita sorte.

Sempre sonhei em ver um jogo de Copa do Mundo desde 1986, quando acompanhei meu primeiro Mundial pela televisão. Fiquei fascinado com os gols dos brasileiros Careca e Josimar, que foi a grande surpresa do torneio. Fiquei triste com a eliminação do Brasil pela França. Mas também admirei jogadores de outras seleções, como Maradona, o grande craque daquele torneio. Ali foi a confirmação de que eu viria a ser um fã de futebol.

Aí veio 1990, com aquele futebol pragmático, mas que eu não perdia uma partida. O tetra em 1994 marcou, pois era o primeiro título do Brasil que vi. Em 1998, eu já estava com 19 anos e fazia de tudo para acompanhar a Copa da França. Veio 2002, acordando de madrugada para ver o penta. Em 2006 e 2010, também ficava vidrado e tentava assistir, pela televisão, todos os jogos possíveis.

Fora isso, era adquirir os guias de cada Copa, para ter informações de cada seleção, feitos, normalmente, por Placar e Lance!. Também colecionava o álbum de figurinhas e outros itens relacionados às Copas.

No caminho para a 'Disneylândia' dos fãs de futebol

Por tudo isso, aquela quinta-feira era especial para mim. Se há um “espírito de Copa do Mundo” foi assim que acordei no 12 de junho de 2014. Só pensava em chegar na Arena Corinthians, em Itaquera, São Paulo, e curtir todo aquele clima, que imaginava ser fantástico.

Separei minha camisa da Portuguesa Santista, que me acompanhou em todos os jogos do Mundial em que estive presente, e saí com minha esposa de Cubatão-SP, onde moro, em direção à capital do estado. Em menos de uma hora, já estava no Terminal Jabaquara e o Metrô nos levaria até o Estádio.

Nos trens, já era possível ver muitos estrangeiros. O que me espantava era a presença de colombianos, que invadiram o Brasil e estavam em todos os jogos. Eu e minha esposa começamos a tirar fotos, conversar com o pessoal e curtir tudo aquilo. Eu iria realizar o meu sonho.

A cada passo que eu dava em direção à Arena, mais minha ansiedade aumentava e minha alegria também. Parecia uma criança indo para um Parque de Diversões, aquilo era a minha ‘Disneylândia’. Aliás, sorriso no rosto era algo comum em todos que estavam presentes.

Imaginem só, um fanático por futebol indo ver seu primeiro jogo de Mundial e ainda com o Brasil em campo. Melhor estreia impossível. E foi assim que a Copa do Mundo começou para mim.

Dentro da Arena, esperando o início do jogo

* Victor de Andrade, 36 anos, é jornalista, responsável pelo blog O Curioso do Futebol, mora em Cubatão-SP e torce para a Portuguesa Santista.
←  Anterior Proxima  → Inicio

2 comentários:

  1. Bom início da série! Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. O entusiamo do Vitor é contagiante! Já estou torcendo pela Portuguesa e pelo blog. que consegue focar futebol agradavelmente. Parabéns!

    ResponderExcluir

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações