quinta-feira, 4 de junho de 2015

O dia em que Viola ‘nasceu’

Viola, junto com João Paulo, comemora o gol do título

Corinthians e Guarani decidiam o Campeonato Paulista de 1988. A primeira partida, realizada no Morumbi, terminou empatada em 1 a 1 e todos só falavam do golaço de bicicleta do até então bugrino Neto. O time de Campinas era considerado o favorito para o título, já que decidida em casa, devido à melhor campanha, e ainda contava com ótimos jogadores, como o próprio Neto, Ricardo Rocha, Paulo Isidoro, Evair, João Paulo e Boiadeiro.

Já o Corinthians tinha um sério problema. Ao negociar o artilheiro Edmar com o Pescara, da Itália, o coringa Wilson Mano vinha ocupando a posição de centroavante da equipe, mas não agradava o técnico Jair Pereira. Para o jogo decisivo, o treinador resolveu apostar no garoto da categoria de base laço de bicicleta do ate enterminou empatada em 1 a 1 e todos s[Viola. Os comentaristas indagavam: será que o jovem atacante irá aguentar a pressão?

O gol garantiu mais um título corintiano

A partida começou em um ritmo não muito acelerado, mas o Guarani, que jogava em casa, arriscava mais e fazia o goleiro Ronaldo ir salvando a pátria e garantindo o empate. O placar sem gol foi se arrastando durante toda a partida e o que ninguém imaginava aconteceu. Fim dos 90 minutos e o jogo continuou 0 a 0.

A partida foi para a prorrogação e o Corinthians precisava ganhar pra ficar com o título. Logo aos 5 minutos do primeiro tempo da prorrogação, Viola desvia de carrinho um chute fraco e torto de Wilson Mano, que havia entrado no decorrer do jogo, e marca: Corinthians 1 a 0. O jovem Viola entrou nessa partida com tamanha confiança de que faria o gol do título que jogou com duas camisas. Na comemoração do gol, correu até a torcida, tirou a camisa que estava por cima e atirou-a para a torcida.

O time do Guarani, que era favorito ao título, parecia não acreditar no que acontecia e após esse gol tentou se arriscar mais ao ataque. Porém, não teve sucesso em suas investidas, graças a uma grande atuação da defesa do Corinthians.



Confira o gol de Viola na voz de Silvio Luiz



A partida seguiu nervosa, com o Guarani tentando algumas jogadas de gol sem conseguir o empate, que daria o primeiro título estadual do Bugre, mas a garra e a raça do Corinthians fizeram a diferença nessa partida. Quando o arbitro apitou o fim de jogo, a Fiel, que havia invadido Campinas, fez a festa na casa do adversário. Corinthians campeão paulista pela 20ª vez.

O título rendeu mais uma pérola do folclórico presidente corintiano Vicente Matheus: “se eles têm a bicicleta, nós temos a mobilete”, em alusão ao gol de Neto, para o Guarani, no primeiro jogo da decisão. E assim, surgiu o centroavante Viola, que seis anos depois seria campeão do mundo pela Seleção, para o futebol brasileiro.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações