segunda-feira, 1 de junho de 2015

O dia em que Romário 'entortou' Amaral

O belo drible do Baixinho resultou em um golaço

Em 1999, Romário já era consagrado. Antes mesmo de ser campeão mundial em 1994 pela Seleção Brasileiro, o treinador do atacante nos tempos de Barcelona, o grande Johan Cruyff, já o denominava como o "gênio da grande área".

Naquele 7 de fevereiro de 1999, o Flamengo, clube do Baixinho na época, entrava em campo no Pacaembú para enfrentar o Corinthians, que era, naquele momento, o atual campeão brasileiro e considerado por muitos o melhor time do Brasil. Porém, sofria com a troca de treinador. Vanderlei Luxemburgo assumiu de vez a Seleção Brasileira e foi substituído no clube pelo seu assistente Oswaldo de Oliveira. Ainda inexperiente no cargo de técnico, Oswaldo enfrentava alguns obstáculos para se estabilizar no cargo.

A partida valia pela primeira fase do Torneio Rio-São Paulo daquele ano. Logo aos 4 minutos, em jogada iniciada por Romário, o meia Beto, no rebote vindo do travessão, abriu o placar, fazendo 1 a 0 para o Flamengo.

O drible no gif animado

Menos de dois minutos depois aconteceria um dos gols mais bonitos da carreira de Romário. O Baixinho recebeu a bola na esquerda do ataque e foi invadindo a grande área, com o volante Amaral o cercando. Romário avançava e Amaral continuava cercando. De repente, o melhor jogador do mundo de 1994 aplicou um lindo elástico, deixando o volante a ver navios, e antes da chegada do zagueiro Gamarra, finalizou com um totózinho por cima do goleiro Nei. Flamengo 2, Corinthians 0.

Na hora, todos que cobriam o jogo ficaram boquiabertos com o belíssimo drible do craque. Foi mais uma prova do porque o jogador sempre foi reverenciado por onde passou. Também tiveram piadas com o volante Amaral, dizendo que ele estaria procurando Romário até hoje ou que o elástico ajudou a acertar seu olho torto. Maldade com o bom jogador que, inclusive, já defendeu a seleção. Mas, realmente, o gol foi belíssimo. Romário ainda fecharia o placar aos 8 minutos da segunda etapa, fazendo Flamengo 3, Corinthians 0.

No ano seguinte, por ironia do destino, Romário e Amaral seriam companheiros de time no Vasco da Gama. Diz a lenda que em rachões, o Baixinho fazia questão de jogar contra o volante só para tentar aplicar o elástico de novo. Isto, porém, nunca foi provado, mas o fantástico gol ficou na memória de todos os amantes do futebol.

Vídeo do golaço de Romário
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações