segunda-feira, 25 de maio de 2015

"Vocês vão ter que me engolir!"

Zagallo, muito nervoso, desabafou logo em seguida à conquista da Copa América

No dia 29 de junho de 1997, o Brasil decidia o título da Copa América contra a Bolívia em La Paz, capital boliviana que fica a mais de 3.600 metros do nível do mar. Jogo difícil, pois os bolivianos jogavam com o apoio da torcida, contava com uma geração talentosa, com jogadores como Erwin 'Platini' Sanchez e Marco 'El Diablo' Etcheverry e sempre usaram o ar rarefeito da altitude como arma contra as outras seleções que lá jogavam. Mas este dia ficou marcado com uma declaração nervosa do técnico da Seleção Brasileira, Mário Jorge Lobo Zagallo.

O Brasil saiu na frente, com um gol de Edmundo, que substituiu Romário machucado, em posição de impedimento. Quando parecia que o Brasil iria para o intervalo em vantagem, Erwin Sanchez deu um chute despretensioso da intermediária e o goleiro Taffarel aceitou.

No segundo tempo, a partida ficou ainda mais nervosa. Ambas as equipes tiveram chances de marcar. Edmundo foi sacado do time por ter acertado um soco em um jogador boliviano. Como o árbitro não viu, o Velho Lobo o substituiu por Paulo Nunes. No momento em que normalmente os times visitantes "morrem por falta de ar" devido à altitude de La Paz, o Brasil surpreendeu. Ronaldo, aos 34, e Zé Roberto, aos 45, deram números finais. Brasil 3, Bolívia 1 e o escrete canarinho conquistou, pela primeira vez, uma Copa América fora de seus domínios.

Brasil conquistou o título da Copa América

Ao final da partida, os repórteres que estavam trabalhando no dia começaram a entrevistar os personagens do jogo. Na redes de televisão Globo e Bandeirantes, o entrevistado era o técnico Zagallo. Com uma cara de nervoso, parecendo até que o Brasil tinha perdido, ele faz um discurso de raiva solta no final: "vocês vão ter que me engolir". O desabafo era claramente para os cronistas esportivos paulistas, muito críticos ao trabalho do treinador frente à Seleção, entre eles o então comentarista da Bandeirantes, Juarez Soarez, o China.

Por incrível que pareça, a frase virou um bordão engraçado, dito por muitos. Inclusive virou grito de torcida. Em 1999, após deixar o cargo de técnico do escrete canarinho ao perder a final da Copa do Mundo de 1998 por 3 a 0 contra a França, Zagallo foi contratado para comandar a Portuguesa, primeiro clube paulista da carreira dele. Em alguns jogos, a torcida da Lusa soltava o seguinte grito: "a, e, i, vocês vão ter que me engolir", tirando gargalhadas de muitos, inclusive do Velho Lobo.

Abaixo, veja o vídeo do desabafo do treinador:


←  Anterior Proxima  → Inicio

2 comentários:

  1. Interessante como em geral a seleção brasileira não ia bem jogando a Copa América fora do Brasil e até 20 anos atrás a diferença para Argentina e Uruguai era bem maior que hoje (que ainda é considerável), o Brasil oscilava naqueles tempos e não estava bem mesmo sendo atual campeã do mundo. A copa de 98 foi uma das que mais torci e acreditei no título que acabou não vindo e ainda com uma derrota até então histórica para a França. Nunca gostei do Zagallo e com o passar dos anos, menos ainda. Mas sua história fala por si, seus títulos e sua postura de lambe botas do poder também inclusive durante a ditadura militar.

    ResponderExcluir

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações